Governo do RS emite avisos de risco para as 21 regiões do Estado devido à alta de casos de covid-19 - Notícias

Versão mobile

 
 

Aumento da contaminação05/01/2022 | 08h50Atualizada em 05/01/2022 | 09h23

Governo do RS emite avisos de risco para as 21 regiões do Estado devido à alta de casos de covid-19

Documento serve como um recado de aumento de perigo para os comitês científicos, mas não obriga que os prefeitos adotem medidas de contenção

Governo do RS emite avisos de risco para as 21 regiões do Estado devido à alta de casos de covid-19 Bibiana Dihl / Agencia RBS/Agencia RBS
Foto: Bibiana Dihl / Agencia RBS / Agencia RBS

O gabinete de crise do governo do Estado emitiu, na tarde desta terça-feira (4), avisos de risco para todas as 21 regiões covid do Rio Grande do Sul, por conta do aumento de casos confirmados da doença nos últimos dias. Segundo o governo do Estado, o número de novos casos de covid no Rio Grande do Sul saltou de uma média diária de 5,7 para 75,9 (para cada um milhão de habitantes) entre a última semana de dezembro e a primeira semana de janeiro.

Ainda conforme o governo do Estado, o aumento expressivo entre 26 de dezembro e 3 de janeiro apenas em parte pode ser explicado pelo atraso de registro no sistema. No texto publicado em seu site, o Piratini aponta que "o aumento dos números é consequência também do aumento da transmissão”.

— Vivemos um momento que requer muita atenção. A variante Delta, que pressionou bastante o sistema de saúde no continente europeu, não nos causou tantos problemas. No entanto, a variante Ômicron tem se mostrado bastante transmissível, sendo um potencial perigo ao Rio Grande do Sul — disse o governador Eduardo Leite, por meio de sua assessoria de imprensa.

O aviso é o primeiro nível de risco do sistema 3 As de monitoramento da pandemia. A emissão desse documento serve como um recado de aumento de perigo para os comitês científicos das 21 regiões do Estado, mas não obriga que os prefeitos adotem medidas de contenção. 

Já o alerta, nível seguinte de risco que não foi emitido nesta reunião do gabinete de crise, demanda medidas objetivas para conter a contaminação.  

 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
Imprimir
clicRBS
Nova busca - outros