José Augusto Barros: "Vale a pena um famoso entrar no Big Brother Brasil?" - Notícias

Versão mobile

 
 

Direto da Redação19/01/2022 | 12h56Atualizada em 19/01/2022 | 12h56

José Augusto Barros: "Vale a pena um famoso entrar no Big Brother Brasil?"

Jornalistas do Diário Gaúcho opinam sobre temas do cotidiano

José Augusto Barros: "Vale a pena um famoso entrar no Big Brother Brasil?" Agência RBS / Agência RBS/Agência RBS
Direto da Redação Foto: Agência RBS / Agência RBS / Agência RBS

Acho interessante a estratégia de seleção do Big Brother Brasil, tanto a de antes, que tinha somente “anônimos”, quanto a de agora, que mistura pessoas menos conhecidas com famosos. Do ponto de vista da emissora, é uma baita sacada, o telespectador consegue enxergar a convivência de gente pouco acostumada aos holofotes com alguns que, praticamente, nasceram com os holofotes virados para eles, como Tiago Abravanel, por exemplo. Mas, nesta coluna, abordo um tema que deveria ser tratado com cuidado por artistas e suas assessorias na hora de avaliar os riscos de entrar num programa deste tamanho, com sua audiência e repercussão. 

Em anos anteriores, já vimos gente com nome se atrapalhar na tal casa mais vigiada do país, como Nego Di, Projota e Karol Conká. Alguns, no linguajar popular, praticamente, desapareceram depois do reality, por cultivarem polêmicas das mais diversas lá dentro ou por mostrarem lados pouco conhecidos do público. Para gente que tem carreira estruturada, é preciso pensar bem antes de entrar em um programa que te vigia 24 horas por dia, sob olhares julgadores, e anônimos, das redes sociais, onde cada um está pronto para apontar o dedo para pequenos ou grandes erros que ali apareçam. 

Confira outras colunas Direto da Redação

Nesta edição do BBB, quem já larga mal é Naiara Azevedo. Não entro aqui jamais no mérito se ela quer virar uma representante forte das mulheres do sertanejo (cubro o setor há 12 anos e sei que ela está alguns andares abaixo de outras mulheres do gênero). Mas acredito que se atrapalha quando começa a mexer em situações complicadas, como a morte de Marília Mendonça. 

No fim das contas, para quem já tem algum destaque nesse mundo artístico, fica o questionamento, tanto para quem aconselha os artistas quanto para os próprios: vale a pena entrar na casa mais vigiada do país e colocar sua carreira em risco? No caso de Naiara, que tem carreira em ascendência, e que, naturalmente, vinha ganhando destaque, sinceramente, acho que não.  


 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
Imprimir
clicRBS
Nova busca - outros