Primeiro lote com 59 mil doses de vacinas contra a covid-19 para crianças chega ao RS - Notícias

Versão mobile

 
 

Imunização infantil14/01/2022 | 22h14Atualizada em 14/01/2022 | 22h14

Primeiro lote com 59 mil doses de vacinas contra a covid-19 para crianças chega ao RS

Imunização da faixa etária de cinco a 11 anos começa na próxima quarta-feira

Primeiro lote com 59 mil doses de vacinas contra a covid-19 para crianças chega ao RS Twitter/@SaudeGovRS / Reprodução/Reprodução
Voo pousou por volta das 13h no aeroporto Salgado Filho Foto: Twitter/@SaudeGovRS / Reprodução / Reprodução
GZH
GZH

A primeira leva de vacinas contra a covid-19 destinadas às crianças gaúchas de cinco a 11 anos chegou no início da tarde desta sexta-feira (14) a Porto Alegre após dois adiamentos. O voo 4632 da Latam pousou por volta das 13h no Aeroporto Internacional Salgado Filho.

A previsão inicial era de que o lote chegasse no início da madrugada, mas foi adiado para o começo da manhã, sendo novamente transferido para a tarde. O Ministério da Saúde precisou reorganizar a logística de distribuição, já que houve registro de casos de coronavírus na tripulação de um dos voos.

Leia outras notícias do Diário Gaúcho  

Nessa carga inicial, o Estado recebeu 59 mil 100 doses da vacina pediátrica da Pfizer, de um total de 1,2 milhão distribuídas por todo o Brasil. Ao todo, o Rio Grande do Sul tem 968,9 mil pessoas na faixa etária dos cinco aos 11 anos, conforme levantamento feito com base nos dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O primeiro Estado a iniciar a imunização infantil foi São Paulo, ao meio-dia desta sexta-feira.

A vacinação começa na próxima quarta-feira (19), em todos os municípios gaúchos. O rateio dessas 59 mil doses ainda precisa ser definido pela Secretaria Estadual da Saúde (SES).

Por orientação do Ministério da Saúde, o primeiro grupo contemplado com a aplicação do imunizante é o de meninos e meninas entre cinco e 11 anos com comorbidades – como diabetes, hipertensão, imunodeficiência e asma – ou deficiência permanente. No segundo, estão crianças indígenas e quilombolas; no terceiro, aquelas que vivem com pessoas com alto risco para evolução grave de covid-19; e, no quarto, crianças sem comorbidades por ordem decrescente de idade.  

O cronograma foi definido pela Comissão Intergestores Bipartite (CIB), que reúne a Secretaria Estadual da Saúde (SES) e secretários de Saúde do Interior, e segue o padrão adotado desde o início da campanha de imunização contra a covid-19. 

O esquema vacinal será composto por duas doses, com intervalo de oito semanas (56 dias) entre elas. 

Em Porto Alegre, conforme a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), o número de crianças na faixa etária de cinco a 11 anos, com e sem comorbidades, é de aproximadamente 120 mil. A documentação necessária para a comprovação de doenças prévias será divulgada na próxima segunda-feira (17). 

Ainda na Capital, pais ou responsáveis devem acompanhar a vacinação. Em caso de ausência, será necessário apresentar autorização por escrito, além de documento de identidade da criança e do familiar ou responsável. Essas orientações também serão anunciadas na próxima segunda-feira. A imunização será realizada em sete unidades de saúde. De acordo com a SMS, o serviço estará disponível das 8h às 17h.

Confirma onde a vacina contra covid-19 para crianças estará disponível na Capital
/// Unidade de Saúde Chácara da Fumaça: Martim Félix Berta, 2.432 - Mário Quintana  
/// Centro de Saúde IAPI: Rua Três de Abril, 90 - Passo d'Areia  
/// Clínica da Família José Mauro Ceratti Lopes: Avenida João Antônio Silveira, 3.300 - Restinga
/// Unidade de Saúde Moab Caldas: Avenida Moab Caldas, 400 - Santa Tereza  
/// Unidade de Saúde Nova Brasília: Rua Vieira da Silva, 1.016 - Sarandi  
/// Unidade de Saúde Santa Marta: Rua Capitão Montanha, 27 - 1° andar - Centro Histórico  
/// Unidade de Saúde Santo Alfredo: Rua Santo Alfredo, 37 - São José 

Leia outras notícias do Diário Gaúcho  

 

 


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros