RS registra mais 12 mil casos em 24 horas e se aproxima de pico histórico de contágio - Notícias

Versão mobile

 
 

Avanço da Ômicron14/01/2022 | 12h39Atualizada em 14/01/2022 | 12h41

RS registra mais 12 mil casos em 24 horas e se aproxima de pico histórico de contágio

Cientista de dados alerta que nova onda ainda está no começo no Estado

RS registra mais 12 mil casos em 24 horas e se aproxima de pico histórico de contágio Marco Favero / Agencia RBS/Agencia RBS
Moradores e turistas buscaram, nessa quarta-feira, atendimento médico e testagem nos postos de saúde do Litoral Norte Foto: Marco Favero / Agencia RBS / Agencia RBS

O Rio Grande do Sul contabilizou 12.232 novos casos de covid-19 em intervalo de 24 horas. Este é o terceiro dia seguido no qual o Estado registra mais de 10 mil novos casos diários. Desde o final de dezembro, a curva de contágios no RS está em alta.

Com os dados desta quinta-feira (13), sobe para 7.667 a média móvel de casos no Estado — que se aproxima daquela que foi registrada no pior momento da pandemia no Rio Grande do Sul: em março de 2021, esse indicador bateu a marca de 7.727,9.

Em julho de 2021, conforme mostra o gráfico abaixo, a curva de casos chegou a dar um salto pontual, mas o movimento foi antecipado pelas autoridades de saúde e se tratava da inclusão retroativa de dados antigos.

— Pelo que conseguimos ver, ainda estamos no começo da onda. Inclusive é uma época que daria para agir antes de ter aumentos hospitalares. Os dados que analisamos mostram que aqui no Rio Grande do Sul as pessoas começaram a relatar aumento de sintomas ali pelo Natal. Depois disso, a gente vê o aumento ultrarrápido de casos acontecendo a partir do dia 3 de janeiro — aponta o cientista de dados e coordenador da Rede Análise Covid-19, Isaac Schrarstzhaupt.

Internações clínicas por covid em alta

A explosão de casos já se reflete no aumento das internações clínicas por covid-19. Ao longo dos últimos 10 dias, entre 2 e 12 de janeiro, o total de pacientes com covid-19 em leitos clínicos (também chamados de leitos de enfermaria) passou de 144 para 349. O aumento é de 142,3%.

Mesmo com a alta, a curva de internações clínicas ainda está em patamar inferior ao que foi registrado nas três ondas anteriores da pandemia.

No caso das internações por covid-19 em UTIs, a alta é mais discreta. No mesmo intervalo, o Estado passou de 154 para 181 pessoas nessa condição. A alta é de 17,5%.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros