Brasil supera mais de mil mortes por covid-19 em 24 horas, pior marca desde agosto - Notícias

Versão mobile

 
 

Pandemia 04/02/2022 | 08h47Atualizada em 04/02/2022 | 08h48

Brasil supera mais de mil mortes por covid-19 em 24 horas, pior marca desde agosto

País também registrou recorde de novos casos de coronavírus, com 298.408 pessoas infectadas

Brasil supera mais de mil mortes por covid-19 em 24 horas, pior marca desde agosto Jonatan Sarmento/Arte GZH
Foto: Jonatan Sarmento / Arte GZH
GZH
GZH

O Brasil teve mais 1.041  mortes por covid-19 nas últimas 24 horas, segundo dados divulgados pelo Ministério da Saúde nesta quinta-feira (3). Um número tão alto não era registrado desde agosto do ano passado. Com os acréscimos às estatísticas, o país acumula 630.160 óbitos.

Ainda há 3.188 óbitos em investigação. Os óbitos em investigação ocorrem pelo fato de haver casos em que o paciente faleceu, mas a investigação se a causa foi covid-19 ainda demandar exames e procedimentos posteriores.

O país também bateu o recorde de novos casos de covid-19 em 24 horas, com 298.408 pessoas infectadas pelo novo coronavírus. Agora, o país supera a marca dos 26 milhões de pessoas contaminadas desde o início da pandemia, com 26.091.520 casos acumulados.

Segundo o balanço do Ministério da Saúde, no topo do ranking de estados com mais mortes por covid-19 registradas até o momento estão São Paulo (158.872), Rio de Janeiro (79.026), Minas Gerais (57.575), Paraná (41.334) e Rio Grande do Sul (37.041).

Já os estados com menos óbitos resultantes da pandemia são Acre (1.881), Amapá (2.055), Roraima (2.101), Tocantins (4.013) e Sergipe (6.115).

Até esta quinta-feira (3), foram aplicadas 361,2 milhões de doses de vacinas, sendo 166 milhões com a primeira dose e 152,5 milhões com a segunda dose ou dose única. E 40,4 milhões de pessoas já receberam a dose de reforço.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros