Hospital de Clínicas registra maior número de crianças internadas com covid-19 desde o começo da pandemia - Notícias

Versão mobile

 
 

Alta em internações09/02/2022 | 09h12Atualizada em 09/02/2022 | 09h14

Hospital de Clínicas registra maior número de crianças internadas com covid-19 desde o começo da pandemia

Outras instituições também vêm percebendo aumento do público infantil em internação

Hospital de Clínicas registra maior número de crianças internadas com covid-19 desde o começo da pandemia Jefferson Botega / Agencia RBS/Agencia RBS
Foto: Jefferson Botega / Agencia RBS / Agencia RBS

O Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA) já registra o maior quantitativo de crianças entre zero e 14 anos internadas por covid-19. Nesta terça-feira (8), 20 meninos e meninas estavam internados com resultado positivo para o coronavírus no hospital, sendo quatro na unidade de terapia intensiva (UTI) pediátrica. O número é maior que o total desse público internado no mês de fevereiro de 2021, quando deram entrada 17 crianças que positivaram para o coronavírus.

Entre os casos graves, há crianças que já poderiam estar vacinadas e até maiores de 11 anos, cuja vacinação começou ainda em setembro do ano passado. O chefe do Serviço de Internação Pediátrica do Hospital de Clínicas, Guilherme Guaragna Filho, ressalta que o momento é de atenção:

— O aumento nas internações acende o alerta com relação à pandemia, que não acabou. E as orientações são vacinação e manutenção das medidas de higiene e controle. Essa mudança na pediatria do hospital mostra que precisamos estar ainda mais atentos.

Entre os protocolos do hospital, nas alas pediátricas, a troca do familiar acompanhante somente é permitida a cada sete dias. 

Também houve aumento nas internações dos pequenos no Hospital Criança Conceição, do Grupo Hospitalar Conceição. Nesta terça, havia 12 pacientes que positivaram para o coronavírus, sendo oito na enfermaria, três na UTI e outros na emergência esperando resultado de teste RT-PCR. Nenhuma criança está vacinada. A gerente da Unidade de Internação do Hospital Criança Conceição, Lúcia Osório, ressalta que as internações nesta faixa etária eram praticamente inexistentes nos dois primeiros anos da pandemia.  

— Atendemos diariamente 600 crianças, sendo 200 na emergência e 400 no ambulatório. Percentualmente, é pequeno o número de crianças internadas. Porém, houve um crescimento importante desses indicadores na população pediátrica e a explicação é que as crianças ainda não estão vacinadas e a nova cepa é transmitida muito rápido. 

No Complexo da Santa Casa, com resultado positivo para o vírus, 11 crianças estavam internadas em enfermaria e uma em leito de UTI pediátrica nesta terça. Segundo o hospital, todos têm pouco tempo de internação, em média, quatro a cinco dias. Nenhuma está vacinada.

Se aumentaram as internações de crianças, por outro lado, a vacinação de crianças entre cinco e 11 anos cresce em ritmo lento no Estado. Conforme dados dessa segunda-feira (7), 89.337 doses foram aplicadas nesse público-alvo, o que corresponde menos de 10% do público da faixa-etária.


 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
Imprimir
clicRBS
Nova busca - outros