Manoel Soares: "Por que estou aqui" - Notícias

Versão mobile

 
 

PAPO RETO 26/02/2022 | 05h00Atualizada em 26/02/2022 | 05h00

Manoel Soares: "Por que estou aqui"

Colunista escreve para o Diário Gaúcho aos sábados 

Esta semana, me perguntaram por que eu ainda escrevo para o Diário Gaúcho. Depois de todas as voltas que a vida deu, eu teoricamente não precisaria estar todas as semanas mandando essas linhas aqui. A resposta nem exigiu muita reflexão. 

A verdade é que, quando minha vida estava toda atrapalhada, eu cheio de dívidas, vendendo meus tênis para comprar gás, eu escrevia para o Diário. Quando eu tinha que escolher entre comer ou pegar o 195-TV para chegar na RBS TV, eu escrevia para o Diário. Quando a chuva invadiu a casa que eu alugava na Vila Cruzeiro, eu continuei escrevendo. 

Leia mais colunas de Manoel Soares 

As paradas ruins chegavam e a constância que eu tinha na vida era minha coluna no DG. Era um pacto que eu tinha com vocês, não poderia deixar vocês na mão por mais que o bicho pegasse. Tinha que reunir forças e fazer das experiências ruins combustível para trazer mensagens que traduziam a nossa luta. 

Hoje, graças a Deus, conquistei boa parte de meus sonhos. Minha família está grande, meus filhos estão bem e até neta eu já tenho. Não seria justo abandonar essas linhas só porque a vida melhorou. Nosso pacto de cumplicidade escrita não vale só quando vocês me alimentam para que eu não caia, mas quando estou bem também. Sou grato a vocês pelo carinho, mas também pela lealdade de todos os sábados estarem aqui comigo. Beijo no coração de vocês e esse espaço é nosso.

 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros