Falta de energia elétrica atinge mais de 80 mil pontos no Estado - Notícias

Versão mobile

 
 

Reflexos da tempestade01/03/2022 | 09h42Atualizada em 01/03/2022 | 09h43

Falta de energia elétrica atinge mais de 80 mil pontos no Estado

Áreas mais afetadas são a Região Metropolitana, o centro e o sul do RS

Falta de energia elétrica atinge mais de 80 mil pontos no Estado Ronaldo Bernardi / Agencia RBS/Agencia RBS
Foto: Ronaldo Bernardi / Agencia RBS / Agencia RBS

Após os temporais que atingiram regiões do Rio Grande do Sul no domingo (27) e nesta segunda-feira (28), mais de 80 mil consumidores ainda estão sem abastecimento de energia elétrica. Foram registrados fortes ventos, raios, quedas de árvores e danos à rede elétrica. O total de pontos sem luz chegou a 216 mil no auge da tempestade de domingo.

Na área da RGE, são 60 mil pontos sem fornecimento de energia elétrica. A concessionária informou que o problema se dá em razão de temporais registrados nesta segunda-feira e no domingo. Ao todo, são 60 mil clientes afetados na área de concessão.

Do temporal de domingo, são 20 mil consumidores sem energia elétrica, principalmente nas regiões do Vale do Sinos e de Santa Maria. Já os estragos provocados pelas tempestades de hoje deixaram 40 mil clientes com fornecimento interrompido. As equipes da empresa seguem mobilizadas para restabelecer o fornecimento de energia aos clientes atingidos o mais rápido possível, segundo a RGE. 

Já a CEEE Equatorial informa que, até as 23h desta segunda-feira, 22 mil consumidores seguiam com fornecimento interrompido. Os municípios mais afetados são Viamão, Porto Alegre, Guaíba, Mariana Pimentel, Eldorado do Sul, São Jerônimo, Encruzilhada do Sul, São Lourenço do Sul, Turuçu, Pelotas, Canguçu, Pinheiro Machado, Dom Pedrito e Santa Vitória do Palmar.

Em Viamão, uma subestação foi atingida por um raio na noite de domingo, causando um curto-circuito de grandes proporções. O local ainda está desativado, e técnicos realizam reparos. Dos clientes abastecidos por essa subestação, ainda há 2,8 mil sem luz em casa.

Entre outros estragos, municípios do Vale do Sinos ainda estão em operação de retirada de árvores e galhos caídos sobre vias. É o caso de Novo Hamburgo, onde há vegetação a ser removida no centro da cidade e no bairro São José. Em São Leopoldo, o Corpo de Bombeiros distribuiu lonas a moradores dos bairros Boa Vista e Scharlau devido a destelhamentos em residências. 

 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros