Governo do Estado busca novo local para reabrir Tudo Fácil do centro de Porto Alegre - Notícias

Versão mobile

 
 

Fechado há dois anos 23/03/2022 | 15h03Atualizada em 03/04/2022 | 17h03

Governo do Estado busca novo local para reabrir Tudo Fácil do centro de Porto Alegre

Reportagem de GZH encontrou dezenas de pessoas buscando atendimento na unidade que não voltou mais a atender por falta de condições do prédio

Governo do Estado busca novo local para reabrir Tudo Fácil do centro de Porto Alegre Mateus Bruxel / Agencia RBS/Agencia RBS
Foto: Mateus Bruxel / Agencia RBS / Agencia RBS

Inaugurado em 1998, o Tudo Fácil do centro de Porto Alegre sairá do prédio atual, se depender do governo do Estado. O conhecido ponto no cruzamento da Avenida Borges de Medeiros com a Rua General Andrade Neves está fechado desde março de 2020, devido às medidas para conter o coronavírus, e não deverá reabrir ao público. 

De acordo com a Secretaria Estadual de Planejamento, Governança e Gestão, o edifício Negrinho do Pastoreio não tem a ventilação adequada para atender aos protocolos de segurança exigidos contra a covid-19. Parte do prédio pertence ao Estado e a outra parcela ao Badesul. 

Na manhã desta terça-feira (23), a todo momento chegavam pessoas a procura de atendimento. Os seguranças interrompiam a passagem, apontando para um cartaz na parede, com endereço e contatos das outras unidades: Zona Sul (Avenida Wenceslau Escobar, 2666) e Zona Norte (Rua Domingos Rubbo, 51). Houve quem tenha saído insatisfeito por perder a viagem.

—  Moro no Partenon, pra mim aqui é bem mais fácil — afirma Neri Borges, 64.

Os dois portões de entrada seguem cerrados por grades. Na calçada, vendedores ambulantes se instalaram onde havia passagem dos cidadãos a procura dos serviços.

— Tem que voltar pra cá, é bem central pra todo mundo - disse uma idosa, que pediu para não ser identificada.

O encerramento do serviço afetou o trabalho de Alex Sandro dos Santos Camargo, 46 anos. Ele anuncia fotos 3x4.

— Caiu 80% do movimento. Antes o povo fazia foto pra procurar emprego, pra tudo — reclama.

O setor administrativo da Fundação Gaúcha do Trabalho e Ação Social (FGTAS) segue trabalhando no prédio, ocupando três dos 18 andares. Vilmar Gomes, assessor da diretoria técnica da FGTAS, sugere a retirada dos letreiros “Tudo Fácil”, que circundam a construção.

— Sugerimos que tirem as placas porque centenas de pessoas vêm pra cá, perdem tempo, e não são atendidas — diz o servidor.

Segundo o Governo, já há tratativas para mudança a outra sede, também no centro da Capital. No entanto, a reabertura em novo local não tem prazo para ocorrer. Os 140 servidores foram realocados nas outras unidades, complementa a Secretaria.

Primeiro e mais movimentado 

O Tudo Fácil do Centro foi o primeiro da rede aberto para confecção de documentos como carteira de identidade, CPF, carteira de trabalho e serviços do Detran. Até o fechamento, era o mais movimentado - cinco mil pessoas passavam diariamente pelos três endereços, em 2019, último ano com atendimento a pleno, anterior à pandemia.

Na época de abertura da sede inaugural, o ponto no coração do Centro Histórico era chamado de Central de Serviços ao Cidadão. Atualmente, os atendimentos podem ser agendados pelo site, para as duas unidades que seguem abertas.

Para confecção do documento de identidade, a opção mais próxima da região central é o Departamento de Identificação do Instituto-Geral de Perícias (IGP), localizado no bairro Azenha (Avenida Azenha, 255). Neste espaço são emitidas, em média, 500 carteiras de identidade por dia. Para evitar filas e ter um atendimento mais ágil é recomendado marcação prévia pelo site.

 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros