Chuva volta a atingir o RS a partir de sábado, com chances de ser volumosa em partes do Estado - Notícias

Versão mobile

 
 

Chuvarada29/04/2022 | 08h46Atualizada em 29/04/2022 | 08h47

Chuva volta a atingir o RS a partir de sábado, com chances de ser volumosa em partes do Estado

De acordo com a meteorologia, Porto Alegre pode ter 50% da chuva do mês em apenas quatro dias

Chuva volta a atingir o RS a partir de sábado, com chances de ser volumosa em partes do Estado Anselmo Cunha / Agencia RBS/Agencia RBS
Chuva deve voltar ao Estado a partir de sábado Foto: Anselmo Cunha / Agencia RBS / Agencia RBS
GZH
GZH

Depois da frente fria que atinge o Rio Grande do Sul nesta quinta-feira (28), a sexta-feira (29) terá tempo firme no Estado por conta de uma massa de ar seco e frio. Mas isso durará apenas um dia. No sábado, as precipitações voltam com força e se estabelecerão em terras gaúchas até a próxima terça-feira (3).

Segundo a meteorologista Carine Gama, do Climatempo, as chuvas com mais intensidade ocorrerão porque haverá áreas de instabilidade em várias camadas da atmosfera, da superfície aos níveis mais altos. Carine explica que, nos níveis altos da atmosfera, na região onde os aviões costumam voar, haverá divergência dos ventos por conta de áreas de instabilidade. Nos níveis mais próximos da superfície, terá formação de uma área de baixa pressão atmosférica entre o Litoral Norte e áreas da Região Metropolitana. 

Além disso, haverá um cavado entre o Estado, o Uruguai e Argentina. O cavado é uma região na atmosfera onde ocorre uma ondulação do fluxo de ventos no sentido horário no Hemisfério Sul. Com isso, há uma tendência à queda da pressão atmosférica, intensificando a formação de nuvens carregadas. Um corredor de umidade vindo da Região Norte do país também influenciará nesses dias. 

Conforme Carine, no sábado (30), o Estado estará dividido exatamente ao meio com relação à chuva. A metade Sul não terá uma gota. Enquanto isso, de Porto Alegre e Litoral Norte para cima, haverá chuva. Há previsões de temporais na noite de sábado e durante a madrugada de domingo (1), se espalhando por todo o Estado. O domingo será encoberto, com chuva e ventos. 

Na segunda-feira (2), a chuva deverá se concentrar na Serra e no Norte do Estado até a divisa com Santa Catarina. As demais áreas terão menos chuva durante o dia. A região Sul só ficará nublada. Na terça-feira (3), ainda há possibilidade de chuva no Norte. 

O fato é que algumas cidades gaúchas, como Porto Alegre, Caxias do Sul, na Serra, e Passo Fundo, no Norte, poderão ter 50% da chuva do mês entre o próximo sábado e a próxima terça-feira, com até 70 milímetros acumulados. A chuva mais intensa deve ocorrer entre domingo e segunda-feira nestas três cidades, com 55 milímetros nos dois dias. 

Já na Campanha, a chuva será em menor proporção. Em Bagé, por exemplo, serão apenas 10mm em quatro dias. 

A meteorologista destaca ainda que entre 3 e 5 de maio, um ciclone extratropical se formará entre o Rio Grande do Sul e a costa de São Paulo, dando origem a mais uma frente fria na região. A temperatura, então, começará a cair em todo o Estado, com mínimas entre 9°C e 12°C.


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros