Cris Silva: "Parabéns, Bazar da  Aldeia" - Notícias

Versão mobile

 
 

Posso Entrar?15/04/2022 | 09h00Atualizada em 15/04/2022 | 09h00

Cris Silva: "Parabéns, Bazar da  Aldeia"

Colunista traz histórias inspiradoras de vida e trabalho todas as sextas-feiras

Cris Silva: "Parabéns, Bazar da  Aldeia" Agência RBS/Agência RBS
Cris Silva Foto: Agência RBS / Agência RBS

A coluna de hoje conta a história de um bazar que nasceu do sonho de cinco voluntárias de terem um negócio social. A Aldeia da Fraternidade é uma organização sem fins lucrativos que trabalha com educação para o desenvolvimento de potencialidades, oferecendo a bebês, crianças, jovens e comunidade em geral, em situação de vulnerabilidade social, novas oportunidades para a vida. E, há exatos 10 anos, nascia o Bazar, uma loja que transforma compras em um ato de solidariedade. 

Leia outras colunas da Cris Silva

FOI ASSIM

A coluna de hoje conta a história de um bazar que nasceu do sonho de cinco voluntárias de terem um negócio social. A Aldeia da Fraternidade é uma organização sem fins lucrativos que trabalha com educação para o desenvolvimento de potencialidades, oferecendo à bebês, crianças, jovens e comunidade em situação de vulnerabilidade social novas oportunidades para a vida. E há exatos 10 anos, nascia o Bazar, uma loja que transforma uma compra em um ato de solidariedade.<!-- NICAID(15067574) -->
Instituição completa 10 anos no próximo dia 25Foto: Arquivo Pessoal / Arquivo Pessoal

No dia 25 de abril de 2012, cinco voluntárias com visão de empreendedorismo se uniram para realizar o sonho de ter um negócio social. Surgia aí o Bazar da Aldeia da Fraternidade, uma loja para comercializar produtos recebidos de doações de pessoas físicas e jurídicas. O objetivo sempre foi o mesmo: arrecadar recursos para os projetos da Aldeia, que hoje acolhe mais de 400 crianças e adolescentes e ainda trabalha com suas famílias a partir de conceitos de educação, desenvolvimento e inovação.

FELIZ ANIVERSÁRIO 

Este mês, o Bazar da Aldeia completa 10 anos. O negócio é motivado unicamente pelo propósito, pelas crianças e suas famílias. Todos os projetos da Aldeia da Fraternidade envolvem aprendizado, educação, cultura, sustentabilidade, capacitação criativa. E o empreendimento é uma importante fonte de renda para a Aldeia, logo, possibilita que inúmeros projetos dentro da instituição aconteçam.

UMA DÉCADA

Maria Angélica rhoden padilha, coordenadora voluntáriaA coluna de hoje conta a história de um bazar que nasceu do sonho de cinco voluntárias de terem um negócio social. A Aldeia da Fraternidade é uma organização sem fins lucrativos que trabalha com educação para o desenvolvimento de potencialidades, oferecendo à bebês, crianças, jovens e comunidade em situação de vulnerabilidade social novas oportunidades para a vida. E há exatos 10 anos, nascia o Bazar, uma loja que transforma uma compra em um ato de solidariedade. <!-- NICAID(15067576) -->
Maria Angélica Rhoden Padilha é coordenadora voluntária do Bazar da FraternidadeFoto: Arquivo Pessoal / Arquivo Pessoal

Durante a década de existência do bazar, obviamente, algumas fases foram mais difíceis. Como a mudança de sede, pois a equipe era toda de voluntárias que não dominavam a dinâmica física de uma loja. Então, todas precisaram entrar junto nessa e ajudar, para ter o que temos hoje: uma loja mais confortável e ampla. A pandemia, em 2020, também dificultou os negócios pela questão de voluntárias com idades mais avançadas e pelo “abre e fecha” do comércio.

PROPÓSITO

Marisa ressel, atendenteA coluna de hoje conta a história de um bazar que nasceu do sonho de cinco voluntárias de terem um negócio social. A Aldeia da Fraternidade é uma organização sem fins lucrativos que trabalha com educação para o desenvolvimento de potencialidades, oferecendo à bebês, crianças, jovens e comunidade em situação de vulnerabilidade social novas oportunidades para a vida. E há exatos 10 anos, nascia o Bazar, uma loja que transforma uma compra em um ato de solidariedade.<!-- NICAID(15067573) -->
Marisa Ressel atua como atendente na instituiçãoFoto: Arquivo Pessoal / Arquivo Pessoal

É possível, sim, mudarmos o mundo ao nosso redor, então, nada inspira mais as voluntárias do que fazer o melhor no bazar. Assim, os recursos obtidos nele tornar os educandos e suas famílias pessoas também melhores, com mais condições a partir da educação.

DAQUI PRA FRENTE

Nos 10 anos de loja, a palavra a partir de agora é modernização. Foi criado um Instagram em junho de 2021 que tem ampliado o público, é o @aldeiabazar. Está sendo implementado um novo sistema de vendas que ampliará as formas de entrega.  Além disso, o espaço físico está sendo melhorado para atender  a demanda atual.

Quem quiser conhecer o Bazar da Aldeia pode conferir no endereço Avenida Wenceslau Escobar, 2.683, bairro Tristeza, zona sul de Porto Alegre. O horário de funcionamento é de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h, e aos sábados, das 10h às 13h.

RECADO DA CRIS 

“Sempre fica um pouco de perfume nas mãos de quem oferece flores.”


 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros