Cris Silva: "Vamos falar dos desafios" - Notícias

Versão mobile

 
 

Posso Entrar?01/04/2022 | 09h00Atualizada em 01/04/2022 | 09h00

Cris Silva: "Vamos falar dos desafios"

Colunista traz histórias inspiradoras de vida e trabalho todas as sextas-feiras

Cris Silva: "Vamos falar dos desafios" Agência RBS/Agência RBS
Cris Silva Foto: Agência RBS / Agência RBS

Gurias, a coluna de hoje vai falar sobre as dificuldades de empreender. Eu tenho lido muito e me assustado como muitas pessoas “romantizam” o empreendedorismo feminino. Eu sei que é um sonho, que muitas mulheres se realizam, mas a verdade é que montar e seguir com nosso negócio não é fácil. A falta de noção da realidade pode criar uma sensação de que tudo é muito simples, mas a real é que são vários desafios que aparecem ao longo da jornada. Quem é empreendedora sabe bem o que estou falando. 

Longe de mim ser pessimista, mas preciso mostrar tudo que está envolvido quando nós, mulheres, resolvemos empreender.

Leia outras colunas da Cris Silva

VOCÊ SABIA? 

O aumento no número de mulheres empreendedoras ao redor do mundo tem sido motivo de pesquisas e depoimentos reais nos meios de comunicação. Só no Brasil, estima-se que existam mais de 8 milhões de mulheres à frente de micro e pequenas empresas, conforme dados da T4 Consultoria. Diariamente, elas passam por grandes desafios em busca do sucesso. Desigualdade salarial em comparação com os homens, dificuldades para liderar uma família e equipe de trabalho, ao mesmo tempo, e falta de confiança são alguns problemas comuns. Mas existem outras dificuldades. 

FAZER NETWORKING

Uma pesquisa citada pela Revista Exame mostra que as mulheres brasileiras são as que menos se relacionam para fazer networking profissional. Infelizmente, a falta de contatos pode dificultar a construção de empreendimentos e promover mais barreiras.

NÃO ENCONTRAR APOIO

A falta de apoio do parceiro, de amigos, familiares e até de instituições financeiras é um grande e antigo desafio para as mulheres entrarem no mundo dos negócios. O primeiro passo para investir nas próprias ideias acaba sendo mais difícil por conta disso.

ESTABELECER UM NEGÓCIO

Segundo dados da pesquisa GEM, realizada em 2014, 51,2% das mulheres são responsáveis por iniciar um negócio frente a 48,8% dos homens. No entanto, esse número cai para 45,1% daquelas que conseguem estabelecer o seu empreendimento.

RESPONSABILIDADES

Dar conta de todas as atividades profissionais, pessoais, familiares e sociais é uma grande barreira para as mulheres assumirem o empreendedorismo. Aliás, conciliar inúmeras responsabilidades envolve uma série de desafios a serem superados.

É isso, gurias. Eu acredito que, quando a gente tem noção do tamanho do nosso desafio, fica mais fácil se preparar e encarar. E, se for o teu sonho, se você tiver certeza que quer empreender, vai lá e seja feliz!

RECADO DA CRIS 

“O que não te desafia não te transforma.”


 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros