Manoel Soares: "Se está pesado, temos que buscar ajuda" - Notícias

Versão mobile

 
 

Papo Reto 02/04/2022 | 05h00Atualizada em 02/04/2022 | 05h00

Manoel Soares: "Se está pesado, temos que buscar ajuda"

Colunista escreve para o Diário Gaúcho aos sábados

Manoel Soares: "Se está pesado, temos que buscar ajuda" Manoel Soares / Arquivo Pessoal/Arquivo Pessoal
Colunista reflete sobre a vida, inspirado na obra de José Saramago Foto: Manoel Soares / Arquivo Pessoal / Arquivo Pessoal

"Só podemos ver a ilha quando estamos fora dela”. Esta frase é de um cara que todo mundo deveria conhecer as ideias, o nome dele é José Saramago. Ele já não está entre nós, mas livros como Ensaio Sobre a Cegueira podem nos ajudar a entender muitas situações xaropes que rolam em nossa vida. Sabe aquela situação em que todo mundo está numa pior e sempre tem um que quer ser o que manda em tudo? Geralmente, ele faz isso através da força ou da capacidade de gerar medo em quem já está com um monte de problemas. Saramago falou sobre esse tipo de gente e sobre como devemos lidar com eles. 

Outro tema que ele falou bastante foi sobre como o amor pode vencer a miséria e a pobreza se for amor de verdade, daqueles em que duas pessoas têm mais força que mil. Mas, voltando à frase do início, quando a li, não entendi o que era a ilha. Hoje, vejo que a ilha são as situações que nos sufocam e parecem sem saída, aquelas que nos fazem só ter vontade de comer sem parar, de encher a cara ou de simplesmente deixar de sorrir. 

Leia mais colunas de Manoel Soares

Às vezes, temos que olhar para esses problemas com olhos de quem está de fora, ou pedir que um profissional olhe para nós. Sei que terapia e psicólogo não é algo que todo mundo pode, mas o SUS tem esse serviço que com insistência podemos acessar. Terapia não é coisa de fraco ou de maluco, mas de gente inteligente. 

É simples: se uma pessoa tentar carregar sozinha cinco sacos de cimento, ela não é inteligente, porque é lógico que precisa de ajuda. Assim é com as dores emocionais e conflitos mentais. Se está pesado, temos que buscar ajuda. Até porque só esses profissionais podem nos tirar da ilha de problemas e nos fazer observar de longe. Aí, entendemos que existe um mundo depois da ilha.

 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros