Com foco na qualidade, Campanha do Agasalho e do Alimento 2022 é lançada em Porto Alegre - Notícias

Versão mobile

 
 

Para aquecer o inverno11/05/2022 | 21h42Atualizada em 11/05/2022 | 21h42

Com foco na qualidade, Campanha do Agasalho e do Alimento 2022 é lançada em Porto Alegre

Iniciativa é coordenada pelo gabinete da primeira-dama, Valéria Leopoldino, e pretende arrecadar peças que sejam úteis para espantar o frio

Com foco na qualidade, Campanha do Agasalho e do Alimento 2022 é lançada em Porto Alegre Cesar Lopes / PMPA/PMPA
Primeira-dama Valéria Leopoldino coordena a Campanha do Agasalho e do Alimento 2022 Foto: Cesar Lopes / PMPA / PMPA

A prefeitura de Porto Alegre lançou na tarde desta terça-feira (10), no Salão Nobre do Paço Municipal, a Campanha do Agasalho e do Alimento de 2022. Neste ano, o objetivo principal da iniciativa não é aumentar a quantidade de doações em relação às edições anteriores, mas torná-las mais qualificadas.

LEIA MAIS
Amigos de fé: instituto cria campanha para arrecadar recursos financeiros
Fila por atendimento via SUS em Porto Alegre tem um pequeno alívio, mas índices continuam elevados
Fila de espera por prótese dentária em Porto Alegre tem mais de 2 mil solicitações 

Assim, segundo a primeira-dama Valéria Leopoldino, cujo gabinete é responsável pela coordenação da campanha, a prefeitura pretende fazer "uma campanha mais enxuta", com foco na qualidade das doações e na velocidade da entrega. De acordo com ela, na edição anterior da campanha, muitas roupas acabavam indo para o lixo ou não sendo úteis para o inverno, como biquínis e minissaias. 

— O apelo, este ano, não é o número de peças recebidas, mas a qualidade da doação. Aquelas peças que realmente possam aquecer os nossos irmãos que nada têm, que vão passar frio. Nós sabemos que o inverno é muito rigoroso aqui e, também, é importante dar autoestima para aquelas pessoas que precisam — enfatiza a primeira-dama. 

Valéria aponta que campanha é para ajudar as pessoas, e não para servir como descarte. Por isso, peças estragadas, sujas e que não são adequadas para combater o frio, neste momento, não são bem-vindas. Já roupas infantis e masculinas, assim como cobertores e toalhas de banho, são de grande necessidade. Ela pede ainda para que quem for doar calçados, que amarre os dois pés juntos, para facilitar o trabalho de separação dos itens e, assim, agilizar a entrega para quem precisa. 

Neste ano, além das entidades de acolhimento social cadastradas pela Fundação de Assistência Social e Cidadania (Fasc), que normalmente recebem as doações, famílias em extrema vulnerabilidade social que não estão cadastradas em programas de auxílio também devem ser procuradas pela prefeitura para receber os alimentos e roupas. 

— E, por conta da pandemia, as roupas ficam um tempo de quarentena, reservadas, por no mínimo 48 horas, antes de serem encaminhadas para os nossos irmãos que precisam — explica a primeira-dama.

Como informado no seu próprio nome, além dos agasalhos, a campanha de 2022 foca na arrecadação dos alimentos não-perecíveis, com a busca de parcerias com empresas para que sejam arrecadadas cestas básicas e solicitando doações aos moradores da Capital. Em 2021, a campanha recebeu e doou em torno de 200 mil peças de roupas, além de 10 toneladas de alimentos. 

Para quem quiser doar, por enquanto, são 16 pontos de coleta espalhados pela cidade (confira abaixo). A tendência é de que novos lugares também entrem na campanha e cedam seus espaços para arrecadar alimentos e agasalhos. Neste site tem um mapa com todos os pontos de coleta, horários e como chegar para fazer as doações.

— A arrecadação de agasalhos não tem data para terminar, pois vai depender da situação climática. Já a de alimentos vai durar o ano inteiro, pois a gente sabe a situação de vulnerabilidade social da população e que, com a pandemia, aumentou demais — conclui Valéria. 

Os locais que recebem doações: 

/// Paço Municipal (Praça Montevideo, 10 – Centro Histórico) 

/// Shopping Praia de Belas (Av. Praia de Belas, 1.181 – Praia de Belas)  

/// Barra Shopping Sul (Av. Diário de Notícias, 300 - Cristal)  

/// Ginásio Tesourinha (Av. Erico Verissimo, s/nº - Menino Deus)  

/// Mercado Público de Porto Alegre (Largo Jorn. Glênio Peres, 1 - Centro Histórico) 

/// Shopping Iguatemi (Av. João Wallig, 1.800- Passo D’Areia) 

Rede Zaffari de Supermercados: 

/// Lima e Silva (Rua Lima e Silva, 606 – Cidade Baixa) 

/// Santa Cecília (Av. Ipiranga, 3.000 – Santa Cecília) 

/// Fernandes Vieira (Rua Fernandes Vieira, 401 – Bom Fim) 

/// Cabral (Rua Paraguai, 100 – Rio Branco) 

/// Otto Niemeyer (Av. Otto Niemeyer, 601 – Tristeza) 

/// Hípica (Av. Juca Batista, 4.255 - Hípica) 

/// Andradas (Rua dos Andradas, 933 - Centro Histórico)  

/// Marechal Floriano (Rua Marechal Floriano, 333 – Centro Histórico)  

/// Fernando Machado (Rua Fernando Machado, 860 – Centro Histórico) 

/// Boulevard (Av. Assis Brasil, 4230 – Passo D’Areia)  

Leia mais notícias do Diário Gaúcho   

 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros