EPTC autoriza mais de 30% das linhas de ônibus de Porto Alegre a circular sem cobrador aos domingos - Notícias

Versão mobile

 
 

Transporte público29/05/2022 | 13h23Atualizada em 29/05/2022 | 13h23

EPTC autoriza mais de 30% das linhas de ônibus de Porto Alegre a circular sem cobrador aos domingos

Também aos feriados, 89 rotas já podem transitar sem profissional na roleta

EPTC autoriza mais de 30% das linhas de ônibus de Porto Alegre a circular sem cobrador aos domingos Lauro Alves / Agencia RBS/Agencia RBS
Foto: Lauro Alves / Agencia RBS / Agencia RBS

A Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana e a Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) autorizaram nesta sexta-feira (27) um conjunto de linhas de ônibus a circular sem cobradores a partir de domingo (29). Ao todo, 89 linhas — ou 34% das 257 rotas do sistema — já podem circular sem esses profissionais aos domingos e feriados.

Segundo a EPTC, as linhas escolhidas transportam menos de 10 passageiros pagantes por viagem. Entre elas estão os coletivos 178-Praia de Belas, 173-Camaquã, 171-Ponta Grossa, 195-TV, 2814-Campo Novo e 473-Jardim Carvalho.

Nos ônibus sem cobrador, o pagamento em dinheiro é feito diretamente ao motorista, que pressiona um botão para liberar a catraca. Do total de rotas operadas no sistema de transporte público de Porto Alegre, 78 já estão autorizadas a circular sem o profissional na roleta durante os dias da semana e 11% dos cobradores já foram retirados da frota. A maioria desses funcionários foi encaminhada para cursos de formação de motoristas dentro das empresas.

A meta da prefeitura é chegar a uma diminuição de 25% desses profissionais até o fim do ano, com extinção da função até o final de 2025. O presidente do Sindicato dos Rodoviários, Sandro Abbade, argumenta que a medida não resultará em impacto significativo sobre a passagem já em 2023, conforme expectativa da prefeitura. Como exemplo, segundo ele, a retirada dos cobradores das linhas circulares da Carris, C1, C2 e C3, terá resultado mínimo sobre o sistema.

—Venho alertando que isso vai resultar em baixa repercussão sobre o valor da passagem no ano que vem. Essas linhas da Carris têm pouquíssimo movimento e terminam as jornadas cedo. Porém, também estamos alertando para a falta de vagas de emprego de motoristas. Não adianta enviar todos para a mesma capacitação — disse.

Pagamento na entrada

Os coletivos serão identificados para que os passageiros saibam, antes de embarcar, que devem efetuar o pagamento na entrada, diretamente ao motorista. Os passageiros que utilizam cartão TRI não terão mudanças. Para esse perfil de usuário, basta colocar o cartão no validador e passar pela roleta, como é feito hoje.

A Associação dos Transportadores de Passageiros (ATP) está testando um modelo em que é gerado um bilhete com QR Code a ser aproximado do leitor. Atualmente, a pessoa que paga em dinheiro recebe o bilhete em papel e passa no validador.

Além disso, outros projetos, como um aplicativo que gera QR Code antes das viagens e a viabilização do pagamento por Pix, estão sendo planejados para entrar em vigor ainda neste ano.

Linhas que passam a circular sem cobrador aos domingos e feriados: 1493, 165, O171, 173, 171.6, 178, 184, 189, 195, 262, 2631, 2632, 2801, 283, 286, C80, M79, O210, 253.3, 254.3, 2562, 2601, 2602, 266, 2672, 2731, 2813, 2814, 2816, 284, 2843, 289, A13, A19, A69, A81, A87, M10, M68, 5203, 6102, 6135, 621, 624, 627, 6276, O627, 632, 6333, 637.2, 7151, B25, B51, M21, M31, 650, 652, 654, 659, O662, 665, 703, 704, 7041, 7052, 718, A62, B55, M52, A257, O491, 429, 433, 436, 4382, 470, 473, 525, 6712, A348, A360, A375, A954, M98, O398, 3463, 347, 361, 3762.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros