Nei Duclós lança quatro livros em formato digital - Entretenimento - No Diário Gaúcho você encontra notícias do RS, informações de utilidade pública, muito entretenimento, além de conteúdos esportivos e jornalismo policial.

Versão mobile

Do mimeógrafo à era digital31/07/2012 | 16h37

Nei Duclós lança quatro livros em formato digital

Além de três trabalhos inéditos, poeta e jornalista relança sua estreia, "Outubro", de 1979

Nei Duclós lança quatro livros em formato digital Ida Duclós/Divulgação
Nei Duclós lança quatro livros digitais: três inéditos e um relançamento Foto: Ida Duclós / Divulgação
Carlos André Moreira

carlos.moreira@zerohora.com.br

Expoente local da mais tarde apelidada "geração mimeógrafo", o poeta e jornalista Nei Duclós sempre fez da tecnologia mais à mão ferramenta para levar seu trabalho ao público. Blogueiro de primeira hora, ele agora se aventura com o lançamento experimental de quatro livros em formato digital, três inéditos e uma reedição.

Duclós começou a mostrar sua produção poética no fim dos anos 1960 e início dos 1970, levando seus poemas para a rua em forma de cópias mimeografadas. Não por acaso, seu segundo livro de poemas, de 1979, chamava-se No Meio da Rua. Agora, o autor lança-se a uma aventura semelhante na ágora do século 21, o universo digital. Duclós está lançando três livros inéditos, um de poemas, um de crônicas e uma paródia de romance de aventuras, e republicando seu livro de estreia, Outubro (1979), em formato PDF, para venda direta online.

– Graças aos meus filhos, sou bastante pioneiro do ambiente digital. Mantenho um blog há 10 anos, com mais de três mil posts. Quando chegaram as mídias sociais, aproveitei a interação com o público. Eu me sinto muito à vontade nesse ambiente – diz Duclós, residente em Florianópolis, em entrevista por telefone.

A inspiração para a iniciativa também veio de um dos filhos – Daniel Duclós, fotógrafo e escritor, autor de um guia online sobre Amsterdã. A comercialização, por ora, é feita diretamente com o autor, nos sites www.outubro.blogspot.com.br e www.consciencia.org/neiduclos/ebooks-de-nei-duclos, e pelo e-mail neiduclos@gmail.com. A escolha das obras foi pautada também pelas manifestações de leitores, incluindo a reedição da obra de estreia.

– O pessoal me mandava e-mails e mensagens perguntando pela edição esgotada, virou minha obra cult.

De acordo com o autor, mesmo que os livros estejam saindo diretamente em e-books, ele não descarta a hipótese de publicar o material em papel.

– Se alguém se interessar em publicar e fazer um livro de bolso, compacto, maravilha. Esse e-book é também uma proposta para as editoras, não estou chegando com a ideia de um livro ou um original, estou chegando com um livro pronto.

A experiência não significa, contudo, o abandono da publicação em papel. Tanto que Duclós deve lançar até o fim de agosto outra coletânea de poemas, Partimos de Manhã, em edição do Instituto Estadual do Livro. É o quarto livro impresso de poemas do autor, e o primeiro desde No Mar, Veremos (Editora Globo, 2001).

ZERO HORA

 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros