Christian Silva, talento para francês ver - Entretenimento

Vers?o mobile

 
 

Estrelas da Periferia23/12/2014 | 08h01

Christian Silva, talento para francês ver

Christian Silva, talento para francês ver Diego Vara/Agencia RBS
Foto: Diego Vara / Agencia RBS

Em Eldorado do Sul, surge um novo talento de um dos instrumentos mais complexos - e belos - da música. Aos 17 anos, Christian Silva, morador do Bairro Residencial, desponta tocando violão sete cordas e investindo em choro e bossa nova. O guri começou a tocar aos 13 anos, na escola Nossa Senhora Medianeira, em Eldorado.

- Meu pai toca bateria, mas aprendi sozinho mesmo. Eu estava no colégio, quando pedi um violão seis cordas para um amigo. Comecei ali, tocando sertanejo e fiquei um bom tempo no de seis cordas. Depois, passei para o de sete, que virou minha paixão - relembra Christian.

Depois do início precoce, a carreira de Christian teve dois momentos fundamentais. O primeiro, quando ele tinha 14 anos, já tocava música instrumental e foi convidado a fazer um show no 35 CTG, com Clary Costa, cantora nativista e mãe de Yamandu Costa, um de seus ídolos.

- Um dia antes do show, eu conheci o Yamandu, na casa da Clary. Ficamos tocando a noite inteira. O Yamandu gostou do meu som. E foi a realização de um sonho - relembra o guri.

Na França, ele roubou a cena!

O outro momento foi inesquecível para o humilde violonista, filho de um mecânico e de uma dona de casa, foi em outubro deste ano. Por meio da internet, Jaqueline Dreyer, gaúcha que mora em Paris, presidente da Associação Franco-Brasileira Sol do Sul, entidade com sede na capital francesa, que promove a cultura brasileira na França, conheceu o som de Christian. Impressionada com seu talento, o convidou para participar do 2º Festival do Rio Grande do Sul em Paris, evento que tem o objetivo de aproximar as culturas gaúcha e francesa.

- Fui atrás de patrocínio e consegui participar do evento. Foi demais! Lá, eu lancei meu primeiro CD instrumental, Jovem Violão. Fiz dois shows, um no festival e outro no com o Christophe Davot, um guitarrista de jazz. Foi inesquecível - relembra o jovem.
Agora, Christian começa a mostrar seu repertório na noite de Porto Alegre, em bares da Cidade Baixa. Nos espetáculos, traz muito choro e suas canções próprias, como Saudade e Catedral, mas deixa um alerta para os donos de casas noturnas.
 

 Tenho um gosto mais popular, gosto de choro, de Dominguinhos. Mas o mercado aqui anda complicado para música instrumental. Quero ir para o Rio de Janeiro - anuncia o talento.

Pitaco de quem entende

Paulinho Fagundes fala sobre Christian Silva:

- Que grata surpresa o Christian! Ao ouvir as músicas dele, o primeiro impacto foi positivo, principalmente quanto aos temas escolhidos para as performances que vi. Naturalmente, ele me passa um caminho de influências que eu também adoro. Viva a música!

Faça como o Christian, mostre seu trabalho!
- Para participar da seção, mande um pequeno histórico da sua banda, dupla ou do seu trabalho solo, músicas em MP3 e um telefone de contato para jose.barros@diariogaucho.com.br.
- No Facebook, diariogaucho

- No Twitter, diário_ gaúcho

- No telefone, 3218-1684

- Para falar com Christian, ligue para 8190-0733.
Clique aqui e ouça a canção Catedral

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros