Império termina com boa repercussão, mas sem surpresas - Entretenimento

Vers?o mobile

 

Noveleiros13/03/2015 | 23h23

Império termina com boa repercussão, mas sem surpresas

Império termina com boa repercussão, mas sem surpresas Pedro Curi/TV Globo/Divulgação
Foto: Pedro Curi / TV Globo/Divulgação

Desde Avenida Brasil, em 2012, é a primeira vez que uma novela das 21h empolga o público, principalmente na reta final. Aguinaldo Silva, que ficou devendo com Duas Caras e Fina Estampa, criou uma trama ágil e com apelo junto aos telespectadores, apesar dos furos no roteiro.

Alguns personagens se perderam ao longo da história, como foi o caso de Cláudio Bolgari (José Mayer), que começou a trama levando uma vida dupla, passou por um escândalo público ao ter sua bissexualidade descoberta, tentou ser um pai de família tradicional, mas ao fim, resolveu se assumir e apareceu sem pudores ao lado de Leonardo (Klebber Toledo).

A descoberta de que José Pedro (Caio Blat) era Fabrício Melgaço também não convenceu. Seria mais coerente se o grande vilão fosse mesmo Silviano (Othon Bastos). O mordomo, aliás, foi o grande mentor de toda a vingança contra José Alfredo (Alexandre Nero).

Faltando ainda três meses para o final da novela, o elenco sofreu uma baixa importante: Drica Moraes. A intérprete de Cora foi afastada por problemas de saúde e acabou sendo substituída às pressas por Marjorie Estiano. O "rejuvenescimento" da vilã foi motivo de piada nas redes sociais e prejudicou o andamento da história.

Entre altos e baixos, a novela teve dois grandes nomes: Alexandre Nero e Lilia Cabral. A dupla mostrou uma química imbatível, apesar de terem protagonizado mais barracos do que cenas românticas. Dois grandes atores, que merecem aplausos do público e da crítica, principalmente nesses capítulos finais. O sofrimento de Maria Marta e José Alfredo, ao desmascararem o filho mais velho, emocionou os telespectadores e até mesmo o autor, Aguinaldo Silva.

Nos momentos finais, a clássica foto da família Medeiros reservou uma surpresa para o telespectador. Na janela da casa, ajeitando os bigodes, o Comendador (ou o fantasma dele?) apareceu para um último susto.

Como o grande termômetro de audiência, hoje em dia, é a internet, Império sai de cena como uma novela vencedora. Provocou, irritou, emocionou, mobilizou fãs de alguns personagens, mas não passou em branco. Por isso, é com um nó na garganta que nos despedimos hoje do Comendador, Marta, Xana Summer, Lorraine, Cristina e outros personagens inesquecíveis e bem interpretados. Aguinaldo Silva não bateu seu próprio recorde de audiência, mas conseguiu dar o que falar, coisa que muitos autores de novela tentam, mas morrem na praia.

Leia outras notícias do Noveleiros

Curta nossa página no Facebook

DIÁRIO GAÚCHO

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros