A retirada da próstata pode causar impotência e acabar com a vida sexual? - Entretenimento

Versão mobile

 
 

Falando de sexo07/08/2015 | 20h01

A retirada da próstata pode causar impotência e acabar com a vida sexual?

A iniciativa e o estímulo são responsáveis por mais de 50% do sucesso na retomada da vida sexual

A retirada da próstata pode causar impotência e acabar com a vida sexual? Shutterstock/Shutterstock
Foto: Shutterstock / Shutterstock
Andréa Alves e Lúcia Pesca

falandodesexo@diariogaucho.com.br

O meu marido está com problema na próstata e vai ter de fazer cirurgia. Depois que o médico disse isso, ele começou a ficar cada dia mais triste dizendo que não vai ficar mais como era antes. Ele chega a me dizer que eu devo pensar em procurar outro para ter relação sexual. Nós estamos bem preocupados.

Quero que ele fique bom. Sexo, nessa hora, azar, mas eu conheço o meu marido e sei que, para ele, é tudo. Ele não me deixa perguntar para o médico como ficará depois. Então, eu quero que vocês me falem sobre isso.


Parabéns pela sua iniciativa em buscar informações sobre o que pode acontecer após a cirurgia de retirada da próstata. O procedimento pode causar impotência? Sim, em menor ou maior grau. Mas, atualmente, há mais técnicas avançadas para que a operação afete o mínimo possível.

A dificuldade de ereção após esta cirurgia ocorre devido aos nervos do pênis, que comandando a ereção, passam do lado da próstata. Tanto a disfunção erétil quanto a incontinência urinária podem ser resolvidas, em média, de seis meses a um ano.

Outra grande questão é a ejaculação. Com a retirada total da próstata, não ocorrerá mais, uma vez que são esses os órgãos responsáveis pela formação do sêmen. Ao mesmo tempo, é importante saber que não há mais ejaculação, mas o orgasmo continua normal.

Parceira é fundamental

A operação não é responsável por alterações do desejo, mas o homem poderá se sentir psicologicamente afetado e, com isso, ter o tesão prejudicado. Isso está acontecendo com o seu marido, e, por isso, é vital uma conversa franca com o urologista dele para esclarecer alguns preconceitos a respeito das consequências da cirurgia.

A retirada da próstata não diminui o tamanho do pênis. Geralmente, o homem tem que tomar remédio para ter ereção logo depois do procedimento, mas tudo vai depender da orientação médica de cada caso.

A atividade sexual frequente é muito importante na recuperação, mesmo o homem não tendo ereção completa no início. A iniciativa e o estímulo são responsáveis por mais de 50% do sucesso na retomada da vida sexual. 

 Leia mais colunas de Falando de Sexo

Se você tiver dúvidas ou sugestões de assunto, escreva um e-mail para falandodesexo@diariogaucho.com.br

DIÁRIO GAÚCHO

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros