Magali Moraes escreve sobre como magros e gordos se comportam diante de comida - Entretenimento - No Diário Gaúcho você encontra notícias do RS, informações de utilidade pública, muito entretenimento, além de conteúdos esportivos e jornalismo policial.

Versão mobile

Coluna da Maga21/09/2016 | 09h38Atualizada em 21/09/2016 | 09h38

Magali Moraes escreve sobre como magros e gordos se comportam diante de comida

Magali Moraes escreve sobre como magros e gordos se comportam diante de comida Miguel Neves/Divulgação
Foto: Miguel Neves / Divulgação

Eu vinha observando, agora tenho certeza. Os magros guardam doce pra comer depois. Gula zero, por isso são magros. Deixam um pedaço de bolo em cima da mesa a tarde inteira, sem cuidar o relógio pra ver se já chegou a hora do lanche e atacar. Aliás, os magros nunca atacam a comida. Saboreiam, degustam, mastigam tranquilamente. Um gordo jamais tem esse controle. Engole o almoço (e repete) pensando na sobremesa (e repete). Se bobear, come a caixa inteira de bombons. E o magro, o que faz? Morde um e deixa pela metade. Ainda faz cara de quem achou doce demais. Ou recusa. ¿Não tenho vontade¿, diz.

Sabe o que mais eu observei? Os magros vão ao supermercado e compram o necessário. Faltou café? Pasta de dente? Eles saem de lá com isso dentro da sacola. No máximo, uma oferta de feijão. E vão passar reto pelas guloseimas no caixa. Já os gordos vão comprar café e pasta de dente. Mais pão de queijo (oba, tá quentinho!!), sonho de creme e um lançamento de cookies que provaram na degustação. No caixa, vão escolher mais uma bobagem, sabe como é, pra comer na saída. Se não comprarem nada, vão olhar pra todas aquelas balas, chocolates e suspirar.

Leia outras colunas da Maga

Metabolismo acelerado

Eu faço isso, sou a gula em pessoa. Nunca fui magra, sempre acima do peso, às vezes muito acima. Ignorar o bufê de sobremesas? Complicado, viu. Fico impressionada com quem não liga pra doce. Se você é do meu time, a gula manda e desmanda, então vai concordar comigo: nada pior que os magros de ruim. Comem o que querem e não engordam. São a evolução da espécie. Um metabolismo acelerado, uma inveja que só vendo. Pra onde vai tudo que eles comem?

Pra você ver como é difícil manter a linha aqui em casa, eu estava quieta no meu canto escrevendo a coluna. Tive que interromper pra dar um pulinho na cozinha e conferir um experimento culinário. Marshmallows derretidos com chocolate no forno. Não resisti. A gordice venceu.


 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros