Gaúchas do "The voice Brasil" falam sobre a emoção do programa e a preparação para as Batalhas - Entretenimento - No Diário Gaúcho você encontra notícias do RS, informações de utilidade pública, muito entretenimento, além de conteúdos esportivos e jornalismo policial.

Versão mobile

Aretha e Lariani13/10/2016 | 07h01Atualizada em 13/10/2016 | 07h01

Gaúchas do "The voice Brasil" falam sobre a emoção do programa e a preparação para as Batalhas

As duas voltam ao Rio de Janeiro para continuar as gravações no próximo domingo

Gaúchas do "The voice Brasil" falam sobre a emoção do programa e a preparação para as Batalhas Gshow/
Aretha (E) está no time de Carlinhos Brown. Lariani vao receber a ajuda de Michel Teló Foto: Gshow

Na noite desta quinta-feira, o segundo episódio da nova temporada do The voice Brasil (RBS TV, 22h25min) volta à telinha e promete muito talento e boa música. Na semana passada, o primeiro programa mostrou que duas gaúchas garantiram vaga na disputa: Lariani Acevedo, da cidade de Passo Fundo, no time de Michel Teló, e Aretha Lima, de Porto Alegre, com a turma de Carlinhos Brown.

Enquanto não sabemos se vem mais talento gaúcho por aí, confira um bate-papo com as gurias. 

Leia outras notícias sobre famosos e entretenimento


Talento que vem de berço
Com 19 anos, Aretha Lima, de Porto Alegre, conquistou Carlinhos Brown cantando Influência do Jazz, sucesso de Carlos Lyra. A música, para ela, vem de berço: o sobrenome Lima, que carrega com maior orgulho, é o mesmo da Família Lima. 

Aretha é sobrinha de Zeca Lima e prima do Lucas Lima, marido de Sandy. Seu pai também é referência:

– Devo tudo que sou a meu pai, Daniel Lima, músico dedicado, professor incrível, percussionista da Orquestra Sinfônica de Porto Alegre e um excelente pai. Sempre tive o seu apoio de um lado e o carinho infinito da minha mãe, Tânia, de outro.

Aretha estuda música desde os quatro anos e, atualmente, faz faculdade na área, na Ufrgs. Seu trabalho antes do programa ela prefere chamar de ¿estrada¿, não de carreira.

– Eu fazia minha música na universidade, em alguns bares aqui de Porto Alegre e arredores, e em muitos eventos, casamentos, formaturas – explica.

Leia também:
Mariana Rios se junta ao time do The Voice Brasil


Pura emoção
Após a gravação da primeira audição, Aretha já passou uns dias no Rio de Janeiro ensaiando para as Batalhas e volta para lá também neste domingo. Durante esse tempo, conseguiu ter contato mais próximo com o seu técnico.

– Como foi (risos)? Pernas bambas, tremedeira e mãos formigando. Ele é uma pessoa incrível com uma luz imensa. Me abraçou forte e me deu os parabéns pela minha apresentação. Foi surreal... Entre as muitas coisas que representa pra mim, a principal é aprendizagem – finaliza Aretha.

"Até autógrafo já dei"
Lariani Acevedo, 22 anos, de Passo Fundo, canta desde criança em bandas especializadas em tocar em eventos particulares. Seu repertório vai do samba ao funk, conforme o gosto do freguês. No The Voice Brasil, porém, ela aposta todas as suas fichas em um gênero, que já fazia parte do projeto solo da cantora antes do programa.

– É sertanejo que eu gosto de cantar, é nisso que me realizo. Acho que é assim, fazendo o que se gosta, que se encontra o sucesso – afirma, em um papo por telefone, de Passo Fundo.

Foto: Isabella Pinheiro / TV Globo/Divulgação

Por isso, Lariani não poderia ter ficado mais feliz com o seu técnico. Michel Teló foi o único a virar a cadeira para a gaúcha:

– Se todos tivessem virado a cadeira, eu teria escolhido ele. Estar no palco do The Voice foi um momento único, indescritível. E estar no time do Teló é mais um grande sonho realizado.

– Se todos tivessem virado a cadeira, eu teria escolhido ele. Estar no palco do The Voice foi um momento único, indescritível. E estar no time do Teló é mais um grande sonho realizado.

Virou uma loucura
Desde a quarta-feira da semana passada, quando o programa foi ao ar, a vida de Lariani sofreu uma reviravolta.

– No momento em que apareci na tevê, meu celular travou, de tantas mensagens que recebi. Desde aquele dia, minha vida virou uma loucura, mas sou bombardeada de carinho. Até autógrafo já dei na minha cidade! – diz ela.

A cantora segue no vocal da sua banda, Eletrobaile, e, agora, pretende também tocar o seu projeto solo. Neste domingo, embarca novamente para o Rio de Janeiro, para gravar as próximas etapas do programa. 


 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros