Magali Moraes sobre seus leitores: "vocês me motivam todos os dias" - Entretenimento - No Diário Gaúcho você encontra notícias do RS, informações de utilidade pública, muito entretenimento, além de conteúdos esportivos e jornalismo policial.

Versão mobile

Coluna da Maga03/10/2016 | 10h49Atualizada em 03/10/2016 | 10h49

Magali Moraes sobre seus leitores: "vocês me motivam todos os dias"

Magali Moraes sobre seus leitores: "vocês me motivam todos os dias" Miguel Neves/Divulgação
Foto: Miguel Neves / Divulgação

A coluna de hoje começa com uma confissão: eu não lia o DG antes de começar a escrever aqui. Quando recebi o convite (que me encheu de alegria), imediatamente procurei alguém pra me inspirar. Eu precisava ter um leitor modelo e o imaginar lendo as colunas. Esse alguém foi o Nelson. Isso porque eu sabia que ele amava o DG. Chamava de Diarinho, e apelidos carinhosos a gente só dá pra quem é próximo. Na minha cabeça, se o Nelson comentasse alguma coisa sobre as colunas, eu estaria no caminho certo. A chance de agradar outros apaixonados pelo DG seria maior. Quando mudei da última página pra contracapa, fiquei esperando a reação do Nelson. É que ele adorava ler o Zambiasi. A essa altura eu já me sentia mais confiante, mas a opinião do Nelson seguia servindo como bússola. Foi através dele que fiquei sabendo o que o Zambiasi disse no microfone da rádio (às 5 da matina) quando pegou em mãos o primeiro DG onde eu já ocupava seu antigo espaço. "Fui bem substituído." Acho que o meu conceito com o Nelson subiu depois dessa.

Última homenagem

Meu leitor número 1 não perdia uma coluna e era um ótimo divulgador do DG entre seus amigos. O Nelson gostava de contar que me conhecia, e eu gostava de imaginar a cara que ele fazia contando isso. Muitas vezes ele se emocionou com algo que escrevi e lacrimejou aqueles olhos azuis. Quando o Nelson já estava hospitalizado e ainda conseguia ler o Diarinho, sei que ele também contou pras enfermeiras que me conhecia. Daí quem chorou por dentro fui eu. É recente a sua partida, e seguido eu lembro dele ao comprar o DG. Faltava prestar uma última homenagem pra esse homem especial que me ajudou tanto sem saber. Quer dizer, no fundo ele sabia que cada comentário era um incentivo. A coluna termina com um agradecimento ao Nelson. E a todos vocês, leitores, que me motivam todos os dias. Nada disso faria sentido sem vocês do meu ladinho.


 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros