Novela de 1998 "previu" que Hillary Clinton seria presidente dos Estados Unidos - Entretenimento - No Diário Gaúcho você encontra notícias do RS, informações de utilidade pública, muito entretenimento, além de conteúdos esportivos e jornalismo policial.

Versão mobile

Noveleiros17/10/2016 | 09h55Atualizada em 17/10/2016 | 09h55

Novela de 1998 "previu" que Hillary Clinton seria presidente dos Estados Unidos

Cena de "Por Amor" mostra vilã interpretada por Susana Vieira falando sobre o futuro político da então primeira-dama americana

Novela de 1998 "previu" que Hillary Clinton seria presidente dos Estados Unidos TV Globo/Divulgação
Foto: TV Globo / Divulgação

Manoel Carlos não é apenas um autor de novelas, mas também pode ser considerado um grande cronista do cotidiano. É comum nas tramas de Maneco que os personagens comentem notícias da realidade, opinem sobre algumas polêmicas do momento e, até mesmo, façam "previsões" para o futuro.

Um fato curioso foi lembrado pelo colunista Maurício Stycer. Em 1998, durante a novela Por Amor, o grande assunto era o escândalo sexual envolvendo o então presidente americano, Bill Clinton, e sua estagiária na Casa Branca, Monica Lewinsky.

Em uma cena entre Branca (Susana Vieira) e o marido Arnaldo (Carlos Eduardo Dolabella), a vilã fala sobre a importância de Hillary, esposa de Bill Clinton.

— O que está salvando este homem é o apoio da mulher.

Em seguida, Branca comenta:

— Ela não está pensando no marido dela, não. Ela está pensando nela. Ela vai sair candidata, você vai ver. E se as coisas continuarem como estão, ela vai ser a primeira presidente mulher dos Estados Unidos.

Relembre a cena:

Coincidência ou não, 18 anos depois, Hillary Clinton está bem perto de chegar à presidência da maior potência do mundo. Além de ser uma das grandes vilãs da teledramaturgia, Branca Letícia de Barros Motta também tinha poderes de prever o futuro? 


 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros