Em nota, "Hipster da Federal" diz que não desrespeitou normas da PF - Entretenimento - No Diário Gaúcho você encontra notícias do RS, informações de utilidade pública, muito entretenimento, além de conteúdos esportivos e jornalismo policial.

Versão mobile

Já tem até assessoria01/11/2016 | 15h19Atualizada em 01/11/2016 | 15h38

Em nota, "Hipster da Federal" diz que não desrespeitou normas da PF

Lucas Valença, agente da Polícia Federal, negou também que tenha sido exonerado ou afastado do cargo, por conta de entrevistas que concedeu, após ganhar os holofotes durante a prisão de Eduardo Cunha

Em nota, "Hipster da Federal" diz que não desrespeitou normas da PF reprodução/instagram
Foto: reprodução / instagram

E segue dando o que falar a trajetória do agente da Polícia Federal, Lucas Valença, que ficou famoso ao conduzir Eduardo Cunha, para o embarque no avião da PF que levou o ex-presidente da Câmara dos Deputados, preso em outubro. Depois da notícia de que a PF abriria processo contra o Hipster da Federal, como ficou conhecido, por ter concedido entrevista ao programa Encontro Com Fátima Bernardes sem autorização da corporação, o agente se manifestou, via assessoria de imprensa. 

"Hipster da Federal" fala sobre a fama, o sucesso com a mulherada e lembra caso do japonês

Nesta quarta-feira, em nota distribuída por uma jornalista de Brasília, Lucas afirmou que "não foi convidado para conceder entrevistas enquanto representante da Polícia Federal, mas sim na condição de cidadão que possui interesse da sociedade."

Conheça o "hipster da Federal", que escoltou Cunha e conquistou as redes sociais

A nota nega, ainda, que ele tenha sido exonerado ou afastado do cargo, e que suas férias já estavam marcadas para novembro.

Confira a íntegra da nota:

"HIPSTER DA FEDERAL: LUCAS VALENÇA NÃO DESRESPEITOU QUAISQUER NORMAS DA PF

Lucas Valença não foi convidado para conceder entrevistas enquanto representante da Polícia Federal, mas sim na condição de cidadão que possui interesse da sociedade. Valença não foi exonerado nem afastado do cargo, nenhuma notificação chegou ao agente. As férias de Lucas já estavam marcadas para novembro e, por conta do que aconteceu, ele pediu para antecipá-las para o último dia 24.

Também não recebeu nenhum tipo de aconselhamento de adiantar as férias, como algumas informações divulgadas. As entrevistas só foram concedidas depois que Lucas teve a confirmação de que as férias foram autorizadas.É inverdade que Valença esteja respondendo qualquer procedimento administrativo na PF, que tenha sido admoestado por conta das entrevistas concedidas e que teria sido avisado de que estava violando o estatuto da profissão.

Além disso, o agente não foi aconselhado a deixar de ir a programas de TV e conceder entrevistas. Não contratou empresário e, para auxílio em veículos de comunicação, conta com a ajuda da assessoria de imprensa de seu amigo pessoal. O agente não recebeu nenhum tipo de cachê em qualquer programa que foi ou por qualquer entrevista que tenha fornecido.

Sendo assim, Lucas Valença não desrespeitou nenhuma regra do código de conduta da PF e reforça todo o seu respeito para com a Instituição Polícia Federal e, principalmente, em relação às investigações protagonizadas por profissionais, sempre protegidas pelo sigilo e confidencialidade.Assessoria Lucas Valença

Brasília, 1º de novembro de 2016. "

Leia mais sobre famosos e entretenimento


 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros