Gagliasso e Gio Ewbank procuram delegacia após filha sofrer ataques racistas: "Polícia vai cuidar disso" - Entretenimento - No Diário Gaúcho você encontra notícias do RS, informações de utilidade pública, muito entretenimento, além de conteúdos esportivos e jornalismo policial.

Versão mobile

Ódio na internet14/11/2016 | 12h30Atualizada em 14/11/2016 | 12h30

Gagliasso e Gio Ewbank procuram delegacia após filha sofrer ataques racistas: "Polícia vai cuidar disso"

Em participação no programa "Domingão do Faustão", ator se manifestou sobre o caso ao lado da cantora Gaby Amarantos, outra vítima do preconceito

Gagliasso e Gio Ewbank procuram delegacia após filha sofrer ataques racistas: "Polícia vai cuidar disso" Reprodução / Instagram/Instagram
Foto: Reprodução / Instagram / Instagram

O preconceito racial não poupou sequer Titi, uma criança de apenas três anos, filha adotiva do casal de atores Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank. Os ataques contra a menina foram feitos nas redes sociais. Um deles ocorreu no dia 8, em forma de comentário a uma foto que Giovanna publicou no Instagram.

Leia mais:
Ludmilla sofre ataques racistas na internet e pede ajuda para fazer justiça: "Vou até o fim"
Vítima de racismo, Taís Araújo se emociona com campanha de apoio na web
Maria Júlia Coutinho é alvo de comentários racistas no Facebook

"Você e seu marido até que combina mas a criança que vcs adotado não combinou muito pq ela é pretinha e lugar de preto é na África", dizia a mensagem, cujo perfil foi excluído. Segundo o jornal Estadão, o mesmo usuário publicou mensagens racistas nas redes sociais da cantora Gaby Amarantos.

No domingo, dia 13, durante participação no programa "Domingão do Faustão", Bruno Gagliasso e Gaby Amarantos comentaram as ofensas. Gagliasso garantiu ser intolerante com o preconceito e mencionou ter deixado o caso nas mãos da polícia. "Cabe à polícia cuidar disso agora. A gente combate o preconceito com amor e justiça. Temos policiais bons que vão descobrir quem fez isso. Minha filha tem algo que esses caras não têm: amor", disse o ator.

Horas antes, a coluna do jornalista Ancelmo Gois, do jornal O Globo, havia adiantado que Gagliasso e Ewbank registraram denúncia na Delegacia de Repressão a Crimes de Informática (DRCI), no Rio de Janeiro, a mesma delegacia que investigou os ataques contra a atriz Taís Araújo, a cantora Ludmilla e a jornalista Maria Júlia Coutinho, todas vítimas de ofensas raciais na internet.

Acompanhando a participação do marido no programa, Giovanna Ewbank publicou uma foto de Gagliasso e Amarantos no Instagram. Ela citou uma mensagem de Nelson Mandela, líder contra o apartheid na África do Sul e símbolo da luta contra o preconceito racial.

Titi foi adotada em julho deste ano, durante uma viagem de Gagliasso e Giovanna pela África do Sul. Desde então, a menina tem sido o xodó do casal e rouba a atenção dos fotógrafos em passeios da família.

Hj ela preferiu o azul e eu o rosa... #umportodosetodosporum ¿¿¿¿ #titiseminstagram

Uma foto publicada por Bruno Gagliasso (@brunogagliasso) em

Leia outras notícias


 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros