Lázaro Ramos recusa comenda do Senado: "Não me sinto desejoso de nenhuma homenagem"  - Entretenimento - No Diário Gaúcho você encontra notícias do RS, informações de utilidade pública, muito entretenimento, além de conteúdos esportivos e jornalismo policial.

Versão mobile

Pelo momento do país08/11/2016 | 13h22Atualizada em 08/11/2016 | 16h58

Lázaro Ramos recusa comenda do Senado: "Não me sinto desejoso de nenhuma homenagem" 

Ator seria um dos agraciados do ano com a honraria que destaca pessoas que contribuem para a cultura afro-brasileira

Lázaro Ramos recusa comenda do Senado: "Não me sinto desejoso de nenhuma homenagem"  Jorge Bispo/Divulgação
Artista defende que o momento do país é de "conscientização" pela igualdade e não de "aplausos" Foto: Jorge Bispo / Divulgação

Lázaro Ramos seria um dos agraciados do ano com a Comenda Abdias Nascimento, que será entregue neste mês, mas o ator se recusou a aceitar a homenagem. Segundo o site Uol, em email enviado à comissão do Senado responsável por escolher os homenageados, o ator informou que, neste momento do país, não se sente "confortável e nem desejoso de nenhuma homenagem". 

''Acho que o momento do país é de conscientização, de organização para compreender em que momento histórico estamos e quais passos precisamos dar para fazer com que a tão sonhada igualdade aconteça um dia de verdade. Então, por esse motivo, recuso essa homenagem na esperança de que tenhamos consciência de que o importante não é o aplauso pelo que foi feito e sim o próximo passo a ser dado", escreveu o ator. 

Criada em 2013, a comanda é entregue a pessoas que "contribuem para a proteção e promoção da cultura afro-brasileira". Neste ano, além de Lázaro, foram escolhidos o Instituto de Mulheres Negras de Mato Grosso, o cantor e compositor Lazzo Matumbi, a atriz Zezé Motta e, em memória, o músico Naná Vasconcelos (1944-2016).

 


 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros