Magali Moraes convida o leitor a fazer menos planos - Entretenimento - No Diário Gaúcho você encontra notícias do RS, informações de utilidade pública, muito entretenimento, além de conteúdos esportivos e jornalismo policial.

Versão mobile

Coluna da Maga16/11/2016 | 10h00Atualizada em 16/11/2016 | 10h00

Magali Moraes convida o leitor a fazer menos planos

Magali Moraes convida o leitor a fazer menos planos Miguel Neves/Divulgação
Foto: Miguel Neves / Divulgação

Esses dias eu li uma frase tão poderosa que preciso contar pra você. Não é uma frase qualquer. É um ensinamento que pode te ajudar. Lá vai. "Vida é o que acontece enquanto você faz planos". Captou a força dessas palavras? Que grande verdade! A gente fica esperando pra ser feliz lá na frente, não hoje. Só quando se aposentar e tiver tempo. Só quando mudar de emprego ou cidade. Só quando tiver dinheiro pra fazer aquela viagem dos sonhos. Só quando encontrar um grande amor.

Enquanto isso, os dias vão passando. As semanas, os meses, os anos. E a gente apenas sobrevive, empurrando com a barriga o final feliz. Quem disse que essa espera toda vai valer a pena? Cá entre nós, é mais garantido (e divertido) buscar a realização com planos menores, mais frequentes e possíveis. Essa coisa de idealizar demais acaba gerando frustração. Parar de fazer tantos planos pode ser um baita plano! Bora lá curtir cada dia ao máximo (como se fosse o nosso aniversário, o primeiro dia de férias ou algo assim). 

Leia outras colunas da Maga

Aqui e agora

Essa coluna eu escrevi dentro do avião, voltando pra Porto Alegre depois de dois dias trabalhando longe da família. No começo do voo, um grande susto. A turbulência mais forte que já peguei. Eu e 200 pessoas chacoalhando no ar. Desagradável, pra não dizer apavorante. Por poucos minutos, sentimos na pele a fragilidade das nossas vidas. Quando tudo normalizou e consegui desgrudar os dedos que agarravam a poltrona, sabe o que fiz? Acreditei ainda mais naquela frase.

Se a vida acontece enquanto a gente se perde fazendo planos, então vamos virar esse jogo. Parar de dizer " Um dia eu vou¿". Parar de se prometer felicidade. Que ela apareça aqui e agora. Que venha na forma de um abraço, de uma risada, de um feriado na santa paz de casa. Outras turbulências aconteceram durante o voo. E veio a certeza de que fazer muitos planos só tira nosso foco do que realmente importa.


 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros