Saiba qual a melhor maneira de agir diante da revelação de que seu filho é homossexual - Entretenimento - No Diário Gaúcho você encontra notícias do RS, informações de utilidade pública, muito entretenimento, além de conteúdos esportivos e jornalismo policial.

Versão mobile

Falando de sexo16/11/2016 | 20h00Atualizada em 17/11/2016 | 07h19

Saiba qual a melhor maneira de agir diante da revelação de que seu filho é homossexual

Comece não se intrometendo na vida sexual dela. Oriente, mas sem invasão 

Andrea Alves e Lucia Pesca


Foto: Arte / DG

Estou vivendo um momento que jamais imaginei com a minha filha. Tenho me sentido confusa, pois sempre me achei uma mulher pra frente, sem preconceito, mas confesso que ando abalada, sem saber o que fazer. Minha filha me chamou pra termos uma conversa e me disse que é homossexual. 

Gurias, não sei como agir! Fiquei chocada quando ela falou e, então, eu disse que, talvez, não fosse isso, que ainda não tivesse tanta certeza... Ela chorou muito, falou que eu estava sendo preconceituosa, mas não quero me afastar da minha filha!

Querida, por mais que os pais quisessem escolher até as preferências sexuais de seus filhos, isso não é possível. Existem traços como a cor dos olhos e o tom de pele que não dá para alterar. Essas características são herdadas. 

Portanto, só dá para mudar a cabeça dos pais, e, no seu caso, o mais importante é que você está buscando ajuda por não querer se afastar da sua filha homossexual como muitas famílias fazem. Comece não se intrometendo na vida sexual dela. Oriente, mas sem invasão.

Sua filha terá relações sexuais com quem ela quiser. Lembre-se de que o "fruto proibido é o mais gostoso". Por isso, continue dando carinho e atenção como sempre e não exagere nas preocupações. Apoie para que ela tenha relacionamentos fixos e não fique trocando de parceiras a toda hora. 

Você deve mostrar à sua filha que está se adaptando, tentando lidar com idealizações e projeções, e que não é porque ela lhe contou que é homossexual que irá deixar de continuar colocando seus limites. Sua filha também terá que entender isto.

Leia outras colunas do Falando de Sexo

Se você tiver dúvidas ou sugestões, escreva para falandodesexo@diariogaucho.com.br 

E-mailGoogle PlusTwitterFacebookEnviar CorreçãoImprimir



 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros