Emoção e homenagem a Domingos Montagner marcam os Melhores do Ano do "Domingão do Faustão" - Entretenimento - No Diário Gaúcho você encontra notícias do RS, informações de utilidade pública, muito entretenimento, além de conteúdos esportivos e jornalismo policial.

Versão mobile

Premiação19/12/2016 | 09h50Atualizada em 19/12/2016 | 09h50

Emoção e homenagem a Domingos Montagner marcam os Melhores do Ano do "Domingão do Faustão"

Atores e artistas passaram pelo palco do programa em clima de confraternização

Emoção e homenagem a Domingos Montagner marcam os Melhores do Ano do "Domingão do Faustão" TV Globo / Divulgação/Divulgação
Foto: TV Globo / Divulgação / Divulgação

Aconteceu ontem a tão esperada edição de 2016 do Troféu Melhores do Ano, premiação do Domingão do Faustão para os artistas que brilharam nos últimos meses. 

Em um ano difícil e cheio de perdas, a emoção tomou conta dos indicados e premiados, com destaque para a homenagem a Domingos Montagner, morto em setembro enquanto nadava no Rio São Francisco. Boa parte do elenco de Velho Chico esteve presente no palco do programa e lembrou com saudade do colega de cena.

Foto: TV Globo / Reprodução

Além de Montagner, outras perdas marcantes foram lembradas durante o programa. 

Na primeira categoria, a de melhor comediante, Dani Calabresa desbancou o marido, Marcelo Adnet, e Welder Rodrigues.

Foto: TV Globo / Divulgação

O melhor ator mirim, escolhido pelo público, foi JP Rufino, o Pirulito de Êta Mundo Bom. Foi o segundo troféu do garoto, que venceu Gabriel Palhares e Mel Maia.

Foto: TV Globo / Divulgação

Luan Santana subiu ao palco duas vezes, para ganhar o prêmio de melhor cantor (concorrendo com Tiago Iorc e Wesley Safadão), e de música do ano, "Eu, Você, o Mar e Ela".

Foto: TV Globo / Divulgação

João Baldasserini, Lucas Veloso e Lucas Lucco concorriam a ator revelação. O cantor/ator de Malhação levou a melhor.

Foto: TV Globo / Divulgação

Amanda de Godói, de Malhação, concorria com duas estrelas de Velho Chico, Giulia Buscacio e Lucy Alves. A intérprete de Luzia foi a escolhida pelo público como a atriz revelação do ano.

Foto: TV Globo / Divulgação

Concorrendo com Ana Paula Araújo e William Bonner na categoria Jornalismo, Sandra Annemberg levou o troféu.

Foto: TV Globo / Divulgação

Ivete Sangalo, direto de Aspen, concorria com Marília Mendonça e Anitta ao prêmio de cantora do ano. A Poderosa levou a melhor, mas dividiu o prêmio com as colegas.

Foto: TV Globo / Divulgação

Ganhador de 2015 como ator revelação, Gabriel Leone voltou ao palco este ano para ser premiado como o ator coadjuvante de 2015, por seu desempenho como Miguel, em Velho Chico. Ele concorria com Marco Ricca e Anderson Di Rizzi. Ao receber o troféu, Gabriel mostrou a bandana usada por Domingos Montagner durante a novela e dedicou a vitória a seu "paizão". Foi aí o momento mais emocionante do programa, com depoimentos de personalidades que já trabalharam com Domingos e lembraram o legado que ele deixou para o mundo artístico.

Foto: TV Globo / Divulgação

Dira Paes, Juliana Paiva e Camila Queiroz foram maravilhosas, cada uma com seu papel bem diferente. Mas o ano foi, mais uma vez, da intérprete de Mafalda. O "cegonho" deu sorte à atriz, que levou o prêmio de melhor coadjuvante.

Foto: TV Globo / Divulgação

Felipe Simas, Mateus Solano e Sérgio Guizé concorriam ao prêmio de melhor ator de novela. Encantador como o Candinho de Êta Mundo Bom, Guizé arrebatou o público e levou o troféu.

Foto: TV Globo / Divulgação

A melhor atriz de novela, como já era de se esperar, foi Camila Pitanga, que concorria com Andréia Horta e Marina Ruy Barbosa.

Foto: TV Globo / Divulgação

Uma categoria especial, criada este ano, premiou o personagem do ano. Entre o Coronel Afrânio e Dona Encarnação, de Velho Chico, e Pancrácio, de Êta Mundo Bom, o público elegeu o professor interpretado por Marco Nanini. Afinal, "tudo que acontece na vida da gente é pra melhorar".

Foto: TV Globo / Divulgação

Adriana Esteves, Debora Bloch e Taís Araújo concorriam ao prêmio de melhor atriz de série ou minissérie. Adriana ganhou por seu trabalho na pele da sofrida Fátima, em Justiça.

Foto: TV Globo / Divulgação

Por fim, concorrendo com Lázaro Ramos e Cauã Reymond, Jesuíta Barbosa levou a melhor na categoria melhor ator de série ou minissérie. Em 2016, o ganhador esteve no ar em três trabalhos bem diferentes: Ligações Perigosas, Justiça e Nada será como antes.

Foto: TV Globo / Divulgação


 

Vídeos recomendados para você

 
 
 

Veja também

Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros