Michele Vaz Pradella: "Bons atores ganham pouco destaque em A Lei do Amor " - Entretenimento - No Diário Gaúcho você encontra notícias do RS, informações de utilidade pública, muito entretenimento, além de conteúdos esportivos e jornalismo policial.

Versão mobile

Noveleiros17/12/2016 | 10h00Atualizada em 17/12/2016 | 10h00

Michele Vaz Pradella: "Bons atores ganham pouco destaque em A Lei do Amor "

Excesso de personagens na trama das 21h acaba sendo prejudicial para alguns artistas

Michele Vaz Pradella: "Bons atores ganham pouco destaque em A Lei do Amor " Raphael Dias / Divulgação/ Rede Globo/Divulgação/ Rede Globo
Heloísa Périssé está na trama, como a vidente Milady Foto: Raphael Dias / Divulgação/ Rede Globo / Divulgação/ Rede Globo

O elenco com muitos nomes é um problema, afinal, fica impossível dar o destaque merecido a muitos personagens. Assim, infelizmente, bons atores acabam relegados a papéis secundários e quase somem diante dos conflitos dos protagonistas.

É o caso de A Lei do Amor. São cerca de 60 nomes, isso sem contar os atores da primeira fase. Na fase atual, muitas estrelas ficam apagadinhas a maior parte do tempo. Afinal, o que importa é mostrar os conflitos da família Leitão, as maldades de Tião Bezerra (José Mayer), os dramas do casal Pedro (Reynaldo Gianecchini) e Helô (Cláudia Abreu)...

Alguém se lembra que Heloísa Périssé está na trama, como a vidente Milady? Ela aparece pouco, apenas para transmitir alguma previsão bombástica ou servir de conselheira do prefeito Augusto (Ricardo Tozzi).

Claudia Raia também merecia uma trama própria, não só comandar os frentistas dançarinos ou brigar com a filha problemática. Mas pelo menos essa, ao que parece, ganhará um novo amor e um destaque maior nos próximos capítulos. É esperar pra ver.


 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros