Saiba o que fazer quando a paixão acaba - Entretenimento - No Diário Gaúcho você encontra notícias do RS, informações de utilidade pública, muito entretenimento, além de conteúdos esportivos e jornalismo policial.

Versão mobile

Falando de Sexo23/12/2016 | 07h02Atualizada em 23/12/2016 | 07h02

Saiba o que fazer quando a paixão acaba

O relacionamento começa de verdade depois que vocês param de querer arrancar a roupa um do outro toda vez que se olham. 

Saiba o que fazer quando a paixão acaba /
Andrea Alves e Lúcia Pesca

falandodesexo@diariogaucho.com.br

Olá, Andréa e Lúcia, gostaria da ajuda de vocês para tentar resolver uma questão que vem me intrigando. Estou com uma pessoa bem legal e já fui muito apaixonado por ela!

Mas parece que o tempo vai deixando o relacionamento mais tranquilo, e o sexo vai ficando mais parado. O que nós dois podemos fazer para reverter essa situação?

Quando você está se apaixonando, é difícil não olhar para o mundo e para o outro com óculos cor-de-rosa. Na paixão, idealizamos a outra pessoa conforme gostaríamos de viver um novo relacionamento.

O corpo vira um coquetel de novas substâncias que vai se acalmando na medida em que o casal se conhece. Claro que, durante a sedução e no início de um relacionamento, as pessoas estão e também se mostram diferentes pelo encantamento do momento.

Na realidade, isso muda a longo prazo. O problema não é que um enganou o outro, mas, sim, que o amor não pode ser ideal para sempre.

O relacionamento começa de verdade depois que vocês param de querer arrancar a roupa um do outro toda vez que se olham. Alguns dizem, inclusive, que o verdadeiro teste do amor é ele durar depois que a paixão acaba.

Viva o presente

Então, em vez de ficar cobrando que as coisas sejam como eram no começo, aproveite e curta onde e com quem você está. Planejem juntos as adaptações do que ainda não está perfeito entre vocês.

Tentem adequar os ritmos, aprendam a conviver com os amigos e com a família do outro, não se descuidem do desejo sexual e da excitação do parceiro. E não se esqueçam: é possível amar, ter sexo excitante e muita paixão, seja qual for o tempo do relacionamento.

Leia outras colunas do Falando de Sexo

Dúvidas e sugestões escreva para falandodesexo@diariogaucho.com.br

 

Vídeos recomendados para você

Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros