Magali Moraes fala sobre a necessidade de tirar férias - Entretenimento - No Diário Gaúcho você encontra notícias do RS, informações de utilidade pública, muito entretenimento, além de conteúdos esportivos e jornalismo policial.

Versão mobile

Coluna da Maga13/01/2017 | 10h00Atualizada em 13/01/2017 | 10h00

Magali Moraes fala sobre a necessidade de tirar férias

Magali Moraes fala sobre a necessidade de tirar férias Miguel Neves/Divulgação
Foto: Miguel Neves / Divulgação

Hoje à noite, quando a Voz do Brasil anunciar "Em Brasília, 19h", começa a parte 2 das minhas férias. Nem acredito!! Não se preocupe que adiantei todas as colunas enquanto eu estiver fora. Tô precisando catar migalhas do cotidiano por aí e voltar cheia de ideias. Vou pegar a estrada com a família rumo ao Uruguai. E bota estrada nisso! Longa, tranquila e perfeitinha, com paradas estratégicas em Pelotas e no Chuí. Durante o caminho, eu juro que não vou esquecer ninguém no posto de gasolina (hermanos argentinos, desculpem, a piada segue valendo!!).

Amigo leitor, você precisa conhecer o Uruguai. Nosso pequeno grande vizinho é do bem e da paz. São praias de águas geladas e pessoas de coração quentinho. Imagine um lugar tão alto astral que é hábito aplaudir o sol se pondo no horizonte. Posso ser bairrista? É um pôr do sol quase tão lindo quanto o nosso! O único perigo no Uruguai é a comilança. Na rua, as gostosuras te pegam desprevenida. Medialuna, doce de leite, alfajor, pancho e vamos parar porque já deu fome. Dessa vez prometi me comportar. Será que eu consigo? A carne é fraca. E deliciosa.

Leia outras colunas da Maga

Fase nova

Agora vem o parágrafo que me deixa de coração remexido. É a primeira vez que a família não sai 100% junta nas férias. Meu filho que trabalha vai ficar em Porto Alegre. Sei que teremos outras viagens. A mãezona aqui (grude total) precisa desapegar. Fase nova da vida, aquele eterno aprendizado. Filhos querem autonomia e é bom mesmo se virarem sozinhos. Só não sei o que faço com o fiapinho de cordão umbilical que não foi completamente cortado.

Malas prontas! Vou curtir cada minuto de descanso. E evoluir como mãe. Me esforçarei pra administrar essa palavra chata chamada distância. Wi-fi ajuda, mas não tem o cheirinho dos filhos. Vai ver eles merecem tirar férias dos pais e vice-versa. Pra dar saudade e a relação fortalecer ainda mais. Leitores, até a volta! Rafa, te cuida!


 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros