De família musical, dupla sertaneja começa a chamar atenção na Região Metropolitana - Entretenimento - No Diário Gaúcho você encontra notícias do RS, informações de utilidade pública, muito entretenimento, além de conteúdos esportivos e jornalismo policial.

Versão mobile

Estrelas da Periferia07/03/2017 | 07h00Atualizada em 07/03/2017 | 07h00

De família musical, dupla sertaneja começa a chamar atenção na Região Metropolitana

Dani & Tomás, de Arroio dos Ratos, foram influenciados pelos pais, oriundos do mundo da música e decidiram decidiu ir atrás do sonho. Hoje, já tem músicas próprias gravadas e batalham para a gravação do tão sonhado primeiro CD.  

De família musical, dupla sertaneja começa a chamar atenção na Região Metropolitana Ronaldo Bernardi/Agencia RBS
Foto: Ronaldo Bernardi / Agencia RBS

Como foram criados em um ambiente musical, não era de se esperar que os irmãos Dani, 29 anos, e Tomás München, 26, seguissem outro caminho. Moradores de Arroio dos Ratos, os manos convivem com a arte desde pequenos. A mãe, Marlene, é professora de música. O pai, Roque, falecido há 22 anos, cantava e tocava saxofone.

— Foi ótimo crescer em um ambiente musical, muito enriquecedor. O Tomás, por exemplo, aprendeu a tocar no violão que era do pai. E a mãe sempre nos incentivou muito — conta Dani.

Naturalmente, com o passar dos anos, o interesse dos manos só aumentou. Em 2010, quando foram morar em Arroio dos Ratos (eles são naturais de Barão do Triunfo), os músicos começaram a cantar em bandas de baile, o que lhes propiciou experiência no contato com o público.

— Foi naquele momento que começamos a adquirir nossa experiência. E o repertório era variado, nos preparava para tudo — conta Tomás.

Leia mais sobre famosos e entretenimento
Conheça a funkeira do Partenon que se inspira no sucesso de MC Pocahontas

Sonham longe


Em 2015, os irmãos decidiram montar a dupla, e investir em mesclas de canções românticas e dançantes, como Teu Amor Me Deu Asas e Tudo Rola, com produção de Sandro Coelho, ex-Tchê Garotos.

Em épocas de crise, Dani & Tomás têm investido toda a grana do cachê dos shows - entre quatro e cinco por mês - na gravação das músicas e no grande sonho de qualquer artista: a gravação do primeiro disco.

— Se tudo der certo, conseguiremos gravar o CD — afirma Tomás.

E, mesmo com tão pouco de dupla, os irmãos já tem até fã-clube, o Dani e Tomás Sou Fã, que tem cerca de 70 integrantes, com membros de Arroio dos Ratos e até de outras cidades. Para 2017, além de finalizar a gravação do primeiro disco, os músicos pretendem gravar o clipe da canção Pode Ser.

— Queremos divulgar o trabalho no máximo de shows possível. Tocar para todos os públicos, queremos que o maior número possível de pessoas conheça a nossa música. Pretendemos que a dupla faça shows fora do Estado, mas queremos fazer uma base sólida no Rio Grande do Sul — afirma Dani.

Pitaco de quem entende 

Rodrigo Ferrari fala sobre a dupla Dani e Tomás:

— Achei a dupla bem boa. Ouvi uma das faixas da dupla (Tudo Rola), é bem pra cima e, normalmente, agrada os contratantes e agita as baladas. Também achei legal os dois alternarem a primeira voz. 

Aqui, o espaço é todo seu!

— Para participar da seção, mande um pequeno histórico da sua banda, dupla ou do seu trabalho solo, músicas em MP3 ou clipe e um telefone de contato para jose.barros@diariogaucho.com.br.

—Para falar com Dani e Tomás, ligue para 9976-40391.

 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros