Michele Vaz Pradella: "Magnólia Leitão: de santa a serial killer" - Entretenimento - No Diário Gaúcho você encontra notícias do RS, informações de utilidade pública, muito entretenimento, além de conteúdos esportivos e jornalismo policial.

Versão mobile

Noveleiros25/03/2017 | 10h00Atualizada em 25/03/2017 | 10h00

Michele Vaz Pradella: "Magnólia Leitão: de santa a serial killer"

A vilã da novela das nove deixa um rastro de vítimas por onde passa

Michele Vaz Pradella: "Magnólia Leitão: de santa a serial killer" Paulo Belote/TV Globo/Divulgação
Foto: Paulo Belote / TV Globo/Divulgação

Que a grande vilã de A Lei do Amor atende pelo nome de Magnólia Leitão, isso já sabíamos desde o primeiro capítulo, apesar de ela ter enganado muita gente em São Dimas com sua pose de santa e benfeitora. Com o passar do tempo, a megera mostrou as garras e surpreendeu pela frieza com que tira os inimigos de seu caminho.

Se no início ela era apenas mandante, como foi o caso das mortes de Carmem (Bianca Salgueiro) e do atentado contra Suzana (Regina Duarte) e Fausto (Tarcísio Meira), com o passar do tempo, Mág resolveu executar com as próprias mãos quem atravessasse seu caminho.

Aí foi um "Deus nos acuda". Beth (Regiane Alves) tentou chantagear a bandidona e teve um fim trágico: morta e enterrada em um terreno abandonado.

Crime filmado

Foto: Raquel Cunha / TV Globo/Divulgação

Sobrou até para Elio (João Campos), uma pedra no sapato da vilã desde que foi morar, ainda criança, na casa da família Leitão com a tia. Magnólia deixou passar muita coisa, mas precisou tomar medidas extremas contra o jornalista, já que ele havia se apossado do vídeo que a incriminava. Não adiantou nada usar a arma de Tião (José Mayer) para incriminar o marido. Mesmo depois de morto, Elio fez justiça. Com as imagens do assassinato em mãos, a polícia conseguiu, enfim, colocar Mág atrás das grades.

Por pouco tempo. Acham que ela terminou por aqui? Esperem e confiram!


 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros