Magali Moraes te convida a viver um dia de cada vez - Entretenimento - No Diário Gaúcho você encontra notícias do RS, informações de utilidade pública, muito entretenimento, além de conteúdos esportivos e jornalismo policial.

Versão mobile

Coluna da Maga26/04/2017 | 10h00Atualizada em 26/04/2017 | 10h00

Magali Moraes te convida a viver um dia de cada vez

Magali Moraes te convida a viver um dia de cada vez Miguel Neves/Divulgação
Foto: Miguel Neves / Divulgação

A coluna de hoje é dedicada a quem acordou preocupado com todas as tarefas que vai ter ao longo do dia. E já pulou da cama estressado, achando que não vai dar conta de tudo. Alguém aí se identifica? Tá bom, eu levanto a mão primeiro! Essa aí sou eu! Sempre acelerada, sempre rangendo os dentes, achando que poderia ter feito melhor. É cansativo ser perfeccionista e responsável demais. Nem tudo depende só da gente, essa é a verdade.

Paciência se você saiu de casa e não deu tempo de arrumar o quarto. Se o cabelo não ajeitou de jeito nenhum. Se você esqueceu a janela aberta e vem chuva. Se aquela reunião importante foi ruim. Se o bolo abatumou. Se o ônibus atrasou e fez você se atrasar. Se a ansiedade te fez comer mais. Se o carro arranhou na hora de estacionar. Se a entrevista de emprego foi adiada. Se o filho não te ouviu. Se algo não saiu exatamente como você queria.

Leia outras colunas da Maga

Não se cobrar tanto

Respira fundo. Não tá morto quem peleia! Amanhã tudo vai dar certo (o mais certo possível). Vamos viver um dia de cada vez? O único jeito de sobreviver é não se cobrar tanto assim. É aceitar as imperfeições. Tenho repetido isso em voz baixa, pra ver se eu aprendo. Estou passando por uma fase de muita loucura no trabalho, me sentindo constantemente no olho do furacão. Meu lado perfeitinho tá sofrendo. Mas se eu não sossegar a minha alma, ninguém vai fazer por mim.

Talvez você tenha reparado que sumi do e-mail (agora voltei). Sempre fui rápida nas respostas, e reconheço a falha técnica. Esse mês não consegui responder do jeito que gosto, com a atenção que meus leitores amados merecem. Desculpa, tá? Lembrei daquela música do Martinho da Vila e o convite irresistível pra deixar a vida nos levar: "Se a coisa não sai do jeito que eu quero, também não me desespero. O negócio é deixar rolar. Aos trancos e barrancos, lá vou eu. Sou feliz e agradeço por tudo que Deus me deu." Que sabedoria!



 

Vídeos recomendados para você

 
 
 

Veja também

Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros