Saiba identificar se você é dependente de sexo - Entretenimento - No Diário Gaúcho você encontra notícias do RS, informações de utilidade pública, muito entretenimento, além de conteúdos esportivos e jornalismo policial.

Versão mobile

Falando de Sexo25/04/2017 | 20h00Atualizada em 25/04/2017 | 20h00

Saiba identificar se você é dependente de sexo

Problema leva a pessoa a desenvolver uma dificuldade de excitação e a consequente disfunção da ereção

Saiba identificar se você é dependente de sexo Arte ZH/
Foto: Arte ZH

Bom dia, Lúcia e Andréa. Sou um homem de 38 anos e sempre gostei de sexo. Só que eu, realmente, gosto muito, mas muito mesmo de transar. Chego até mesmo a pensar que sou um homem viciado em sexo, porque eu penso o dia inteiro isto. Se eu não transar todos os dias, fico com uma angústia horrível e só me acalmo depois que me masturbo.  Será que isto é prejudicial à minha vida?

Caro amigo, algumas pesquisas recentes apontam que os vícios comportamentais, como precisar de sexoe de masturbação sem conseguir ter controle sobre isto, vai reduzindo o bem-estar após um comportamento repetitivo e leva à indiferença com relação ao prazer.

Leia outras colunas do Falando de Sexo


No caso do viciado em transar, se percebe que quanto mais prazer, menos prazer tem, é porque vai precisar cada vez mais aumentar o que o excita para ter satisfação. Com o tempo, nenhum estímulo será suficiente.

Efeitos
Isto vai levar a pessoa a desenvolver uma dificuldade de excitação e a consequente disfunção da ereção. É preciso ficar atento às consequências do vício sexual.

/// Diminuição da sensibilidade peniana.

/// Fim das ereções espontâneas.

/// A ejaculação começa a demorar muito para acontecer, ou nem se ejacula por intermédio da masturbação.

/// Dificuldade de manter uma ereção com seu par, ou passar a precisar da masturbação para ejacular na relação sexual.

/// Não conseguir obter uma ereção, mesmo lançando mão da pornografia para deixar o clima mais quente.

Então, caro leitor, seria importante você procurar uma terapia sexual. Este tipo de tratamento vai ajudá-lo a viver melhor.

Se você tem dúvidas ou sugestões de assunto, escreva para falandodesexo@diariogaucho.com.br

 

Vídeos recomendados para você

 
 
 

Veja também

Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros