Magali Moraes fala sobre o que acontece no caixa do supermercado - Entretenimento - No Diário Gaúcho você encontra notícias do RS, informações de utilidade pública, muito entretenimento, além de conteúdos esportivos e jornalismo policial.

Versão mobile

Coluna da Maga07/05/2017 | 17h21Atualizada em 09/05/2017 | 11h52

Magali Moraes fala sobre o que acontece no caixa do supermercado

Magali Moraes fala sobre o que acontece no caixa do supermercado Miguel Neves/Divulgação
Foto: Miguel Neves / Divulgação

O que fazer quando a gente já está passando as compras no caixa e lembra que esqueceu o sabão em pó? Se ainda tiver um pouco em casa, deixa assim. E a pasta de dentes!?! Azar, espremendo bem o tubo deve ter um restinho. Ah, não! O creme de leite!!! Agora ferrou. Sem ele, não tem estrogonofe amanhã. Melhor voltar pra pegar ou mudar o cardápio? Nessas horas, sempre tem alguém impaciente esperando. Se você estiver perto do corredor do creme de leite, resta uma esperança. Tomara que seu preparo físico esteja bom pra dar um pique até lá.

E quando somos nós que estamos na fila esperando a nossa vez, loucos de pressa, e a pessoa que estava pagando decide buscar algo que esqueceu? Ou pede pra alguém pesar o cacho de bananas? Eu sou campeã de tirar tudo do carrinho e só depois perceber que a moça do caixa tá quase tirando um cochilo porque um cliente moscão esqueceu o pimentão. Ou teve um desejo repentino de comer pipoca e saiu de fininho pra buscar.

Leia outras colunas da Maga

Salgadinho

Essa coluna eu pensei no caixa do supermercado, quando o queijo que escolhi estava sem preço. Logo eu, que odeio atrapalhar. Nesse momento, um casal começou a colocar suas compras na esteira. Ele percebeu a minha cara de "Aiaiai... que vergonha!" e disse tranquilão: "Tudo bem, não tenho pressa!". Talvez eu devesse agradecer ao salgadinho que ele estava devorando (e eu louca pra atacar o pão de queijo já guardado na sacola).

Moral da história? Nunca revire os olhos ou dê longos suspiros entediados se alguém na sua frente esquecer de pegar sapólio ou pesar os tomates. Esse alguém pode ser você no outro dia. Exercitar a tolerância é necessário e gentil. Sabe o que mais eu faço na fila do caixa? Se for segunda, quarta ou sexta, eu pego o DG de cima da pilha de jornais e viro a capa pra baixo (desculpa, Felipe!). Assim a minha coluna fica por cima da carne seca! Sei que isso parece coisa de criança de 6 anos. Me deixa, tá? 



 

Vídeos recomendados para você

 
 
 

Veja também

Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros