Magali Moraes fala sobre ser feliz em dez minutos, dez meses e dez anos - Entretenimento - No Diário Gaúcho você encontra notícias do RS, informações de utilidade pública, muito entretenimento, além de conteúdos esportivos e jornalismo policial.

Versão mobile

Coluna da Maga19/05/2017 | 10h00Atualizada em 19/05/2017 | 10h00

Magali Moraes fala sobre ser feliz em dez minutos, dez meses e dez anos

Magali Moraes fala sobre ser feliz em dez minutos, dez meses e dez anos Miguel Neves/Divulgação
Foto: Miguel Neves / Divulgação

Sabe aquela brincadeira de escrever uma carta pra você mesmo no futuro? E muito tempo depois, quando você já esqueceu a tal carta, ela aparece na sua frente? Será que os planos imaginados se realizaram? Os conselhos enviados no passado agora fazem sentido? É curioso ver se a vida tomou o rumo esperado. Passei por uma experiência parecida ao reler uma revista antiga, onde uma repórter perguntou a algumas mulheres (eu era uma delas) o que nos faria feliz daqui a dez minutos, dez meses e dez anos.

A Magali do passado disse que, em dez minutos, gostaria de ser surpreendida com uma boa notícia. Tipo atender o celular e ouvir uma amiga que não vê faz tempo dizer "Desce agora! Tô aqui embaixo te esperando pra tomar um café!" Em dez meses, a felicidade que eu desejava pra mim mesma era ver meu novo livro fazendo sucesso, com entrevistas marcadas no programa da Marília Gabriela e no Jô Soares. Fui checar as datas e realmente lancei um livro logo depois, que me transbordou de alegria. Mas não apareci no Jô ou na Gabi.

Leia outras colunas da Maga

Agora mesmo

Em dez anos, o sarrafo era mais alto. Minha versão mais jovem seria feliz se meus pais ainda estivessem vivos. Se eu gostasse das namoradas dos meus filhos. Se eu e o Ricardo já estivéssemos cansados de viajar pelo mundo. E se eu aparentasse dez anos a menos. Meu pai se foi, minha mãe segue maravilhosa (te amo!). Adoro minhas norinhas. Nunca vou cansar de viajar. Aparento uns anos a menos (e isso não define a felicidade).

Se hoje eu fosse responder às mesmas perguntas da revista, em dez minutos eu ia querer ter um ataque de riso, daqueles que a gente chora de rir e não consegue parar. Em dez meses, eu também gostaria de ver meu novo livro fazendo sucesso. Em dez anos, eu apenas desejaria muita saúde pra mim e pros meus. E você, já parou pra pensar nas coisas que te trazem felicidade? Projetar o futuro é legal. Mas buscar ser feliz agora mesmo é incrível.



 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros