O que é e para o que serve o espermograma - Entretenimento - No Diário Gaúcho você encontra notícias do RS, informações de utilidade pública, muito entretenimento, além de conteúdos esportivos e jornalismo policial.

Versão mobile

Falando de Sexo02/05/2017 | 08h00Atualizada em 02/05/2017 | 08h00

O que é e para o que serve o espermograma

O exame é necessário quando surgem indicações de infertilidade ou para ajudar a identificar doenças

O que é e para o que serve o espermograma Arte ZH/
Foto: Arte ZH

Bom dia, Lucia e Andrea. Sou casado há sete anos, e faz dois que eu e minha esposa tentamos engravidar. Ela foi ao médico e fez todos os exames. Está tudo ótimo com o organismo dela. Então, o problema deve ser comigo.

O médico me pediu um tal de espermograma. Não sei o que é isso e fiquei com vergonha de perguntar pra ele. Vocês podem me explicar?

Leia outras colunas do Falando de Sexo

Caro amigo, os médicos estão aí para resolver todas as dúvidas de seus pacientes! Portanto, não tenha vergonha de não saber, isso é normal.

Mas vamos ao espermograma. É um exame que consiste na análise de esperma obtido por meio da masturbação. Você vai ao laboratório ou a um hospital e é atendido por um funcionário – às vezes, homem, às vezes, mulher –, que ensina os procedimentos de higiene necessários. Ele também entrega o material para coleta – em geral, um frasco de boca larga (sim, será preciso ¿mirar¿ lá dentro) – e encaminha o paciente a um ambiente reservado. Lá, você ficará sozinho. Alguns locais fornecem materiais, como revistas pornográficas, para, digamos, facilitar a tarefa.

Não fuja
Quando solicitado, o espermograma deve ser feito sem hesitar: ele é necessário quando surgem indicações de infertilidade ou para ajudar a identificar doenças. No primeiro caso, se avalia os parâmetros do esperma, como cor e densidade, além de número, vitalidade e movimentação de espermatozoides. A análise também é útil na identificação de bactérias.

Trata-se de um exame um pouco constrangedor, mas muito simples. Não é possível fazer a coleta em casa, pois os espermatozoides têm um curto tempo de vida. 

Se você tem dúvidas ou sugestões de assunto, escreva para falandodesexo@diariogaucho.com.br


 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros