Michele Vaz Pradella: "O público prefere realismo ou emoção? - Entretenimento - No Diário Gaúcho você encontra notícias do RS, informações de utilidade pública, muito entretenimento, além de conteúdos esportivos e jornalismo policial.

Versão mobile

Noveleiros03/06/2017 | 10h00Atualizada em 03/06/2017 | 10h00

Michele Vaz Pradella: "O público prefere realismo ou emoção?

A cena do parto de Ritinha em A Força do Querer rendeu muitas discussões

Michele Vaz Pradella: "O público prefere realismo ou emoção? Estevam Avellar/TV Globo/Divulgação
Foto: Estevam Avellar / TV Globo/Divulgação

A semana foi intensa para os telespectadores de A Força do Querer. Mas a grande cena, com certeza, foi o parto de Ritinha (Isis Valverde). Em pleno tiroteio em uma avenida movimentada, Jeiza (Paolla Oliveira) trouxe o bebê da rival ao mundo.

Leia mais:
Parto de Ritinha emociona o público em "A Força do Querer"

Sucesso de audiência, a trama de Gloria Perez é febre também nas redes sociais. Foi na internet que surgiram várias críticas à cena do parto. "Cadê o sangue?", "O bebê já nasceu com três meses", "Não vão levar mãe e bebê pro hospital?"

Mas afinal, é preciso ser realista? Afinal, todas as tramas deixam bem claro que se trata de uma obra ficção e sem nenhum compromisso com a realidade. "É preciso saber voar", já disse a própria Gloria Perez inúmeras vezes, sempre que é criticada.

E pensando por esse lado, concordo plenamente com a autora. Novela é entretenimento, é a hora de desligar dos problemas e curtir uma boa história, sem questionar se aquilo é verossímil ou não. Quem prefere a realidade, assiste ao noticiário. Se bem que, ultimamente, a realidade anda bem mais bizarra do que a ficção...


 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros