Nada de desanimar! Saiba como fica a vida sexual ao envelhecer - Entretenimento - No Diário Gaúcho você encontra notícias do RS, informações de utilidade pública, muito entretenimento, além de conteúdos esportivos e jornalismo policial.

Versão mobile

Falando de Sexo 12/06/2017 | 20h00Atualizada em 12/06/2017 | 20h00

Nada de desanimar! Saiba como fica a vida sexual ao envelhecer

Tempo de resposta sexual fica mais lento com o passar dos anos. Isto não significa que está fora do jogo 

Nada de desanimar! Saiba como fica a vida sexual ao envelhecer /

É muito bom acordar cedo, ir até a banca buscar o jornal e abrir na página de vocês. Eu tenho 45 anos e estou casada há 20. O sexo no casamento não é mais o mesmo. Como é para pessoas com mais de 45 anos?

A maioria com mais de 45 anos pensa que o sexo pode mudar com a idade. Mas pesquisas apontam que, ao contrário do que boa parte pensa, pessoas acima dos 50 estão um pouco ou extremamente satisfeitas com sua vida sexual.

Estas, geralmente, se beneficiam de mais experiência e confiança na cama, bem como de relacionamentos amadurecidos com um maior nível de confiança e intimidade. À medida que envelhecem, é normal querer menos sexo, pois o desejo, geralmente, diminui.

Isto é verdade para homens e mulheres, embora elas tenham duas a três vezes mais probabilidades do que eles de sentirem esta baixa.

Resposta diferente

Você pode culpar os hormônios por algumas destas mudanças. Mas conflitos de rotina com seus pares e problemas médicos também atuam nesta diminuição.

Além disso, o tempo de resposta sexual fica mais lento com o passar dos anos. Isto não significa que está fora do jogo — apenas que seu aquecimento deve levar mais tempo.

Lubrificantes e cremes hormonais podem ajudar as mulheres nesta faixa etária. A maioria dos idosos que recorre a medicamentos e a hormônios está satisfeita.

Alguns contam que estes os ajudaram a ficar mais satisfeitos ou a curtir melhor o sexo. Casais regulares também afirmam que tratamentos para problemas sexuais geram um bom efeito no relacionamento.

Leia outras colunas

Se tiver dúvidas e sugestões, escreva para falandodesexo@diariogaucho.com.br

 

Vídeos recomendados para você

Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros