Porto Alegre recebe seletiva do BBB - Entretenimento - No Diário Gaúcho você encontra notícias do RS, informações de utilidade pública, muito entretenimento, além de conteúdos esportivos e jornalismo policial.

Versão mobile

Mais um milionário daqui?15/06/2017 | 15h48Atualizada em 15/06/2017 | 15h48

Porto Alegre recebe seletiva do BBB

Equipe do reality entrevista candidatos previamente selecionados em hotel da Capital gaúcha, nesta quinta-feira. Perfil da próxima edição será heterogêneo.

Porto Alegre recebe seletiva do BBB Mateus Bruxel/Agencia RBS
Rodrigo Dourado coordena a seleção do programa Foto: Mateus Bruxel / Agencia RBS

Se algum hóspede desavisado circulasse em um dos corredores do Hotel Deville, na manhã desta quinta-feira, em Porto Alegre, acharia que ali estava acontecendo um desfile de moda, tamanha era a circulação de homens e mulheres, na sua maioria com estilos alternativos, com saias, botas, meias-calças e barbas pra lá de estilosas.

Porém, aquele povo "diferente", como comentou, em voz baixa, uma mulher na recepção do hotel, participava da seletiva gaúcha para o Big Brother Brasil 18. E, para agradar à produção e ao diretor-geral do reality, Rodrigo Dourado, o visual é um dos detalhes mais importantes. Durante todo o dia, gaúchos previamente selecionados pela produção participaram de entrevistas e dinâmicas de grupo no local.

— Em uma sala, deixamos eles à vontade, com livros, revistas e música, para começar a entender um pouco do gosto de cada um, quem é mais reservado, quem é mais exibido. Depois, tem uma dinâmica de grupo e uma entrevista individual — explica Rodrigo, que coordena os trabalhos.

"BBB 17": com 58% dos votos, gaúcha Emilly é a vencedora do reality e leva R$ 1,5 milhão
Após vencer o "BBB 17", Emilly volta ao RS, reencontra "princeso" e é recebida por fãs no aeroporto
"BBB 17": os motivos que levaram Emilly ao prêmio de R$ 1,5 milhão

Diversidade

Para selecionar os brothers da edição 2018 do reality, a trupe do BBB começou a visitar 13 capitais do país em maio e termina a viagem em novembro - neste ano, as novidades na seleção são João Pessoa, na Paraíba, e Porto Velho, em Rondônia. Segundo o diretor, que é gaúcho, mas saiu de Porto Alegre na infância, a ideia do programa do próximo ano, novamente, é ressaltar a diversidade de idades, gêneros e comportamentos:

— Quando pessoas de diferença de idade como a Emilly (20 anos) e a Ieda (70), por exemplo, se misturam e trocam experiências, a gente consegue ter uma ideia mais intensa do que é o ser humano.Mesmo com dois gaúchos entre os vencedores recentes - Emilly neste ano e Marcelo Dourado, em 2010 - Rodrigo diz que não existe um olhar especial para a gauchada:

— Um BBB com muitos gaúchos representaria só o Rio Grande do Sul. É importante ter uma representatividade de todas as regiões do país. Quando a gente tem essa mistura, a gente consegue acentuar as diferenças.

Leia mais sobre famosos e entretenimento


 

Vídeos recomendados para você

 
 
 

Veja também

Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros