Magali Moraes e os cabelos brancos: assumir ou pintar? - Entretenimento - No Diário Gaúcho você encontra notícias do RS, informações de utilidade pública, muito entretenimento, além de conteúdos esportivos e jornalismo policial.

Versão mobile

Coluna da Maga12/07/2017 | 10h00Atualizada em 12/07/2017 | 10h00

Magali Moraes e os cabelos brancos: assumir ou pintar?

Magali Moraes e os cabelos brancos: assumir ou pintar? Miguel Neves/Divulgação
Foto: Miguel Neves / Divulgação

Taí uma decisão complicada. Quando os malditos brancos começam a se multiplicar (e bem na testa), a gente se pergunta: precisa aguentar essa chatice? Perder tempo e dinheiro pintando o cabelo. Minha sorte é que eu ainda não pinto todo mês. Já arranquei com pinça muito fio branco e retoco as raízes no salão desde que manchei pra sempre a porta do meu banheiro com tinta. Sem falar nas roupas e toalhas manchadas de castanho escuro ou ruivo acobreado.

Cabelos embranquecem com o passar dos anos, isso é fato. Mas por que homens grisalhos ficam charmosos, e a gente fica velha? No Brasil e especialmente nos pampas, o preconceito é grande. Inclusive entre as mulheres. No resto do mundo é natural envelhecer. O que sei é que existe uma indústria enorme alimentando o sonho da juventude e ganhando fortunas em cima das nossas inseguranças. Cabelo branco é castigo e punição? Ou é apenas um detalhezinho da vida?

Leia outras colunas da Maga

Relatos das amigas

Ainda não tive coragem de assumir os brancos. Acho ousado e lindo nas outras. Mas olha só, há pouco tempo eu falava o mesmo sobre tatuagem e hoje tenho três. Então posso mudar de ideia e pronto! Escuto fascinada os relatos das amigas que estão fazendo a transição. É assim que se diz, transição. Ou você acha que elas acordam um belo dia com as madeixas perfeitamente brancas e tratadas? "É tenso", algumas revelam. "Tô amando", contam outras. Virar loira pra camuflar os brancos é uma opção.

Existe um momento certo pra assumir? Toca uma harpa celestial? A mulher simplesmente enche o saco? Pras desencanadas, é tranquilo. As vaidosas sofrem até se sentirem seguras com o resultado. "Se ficar meio velhotinha, eu corro pra pintar de arco-íris", disse uma amiga. Acho que a pior parte é ter que dar explicação (não dê!). Eu aplaudo essas mulheres cheias de atitude! Mas não tem certo e errado. Cada uma sabe de si. Autoconfiança é se amar, sem surtar na frente do espelho. 


 

Vídeos recomendados para você

 
 
 

Veja também

Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros