Magali Moraes escreve sobre as vantagens do carinho - Entretenimento - No Diário Gaúcho você encontra notícias do RS, informações de utilidade pública, muito entretenimento, além de conteúdos esportivos e jornalismo policial.

Versão mobile

Coluna da Maga24/07/2017 | 10h00Atualizada em 24/07/2017 | 10h00

Magali Moraes escreve sobre as vantagens do carinho

Magali Moraes escreve sobre as vantagens do carinho Miguel Neves/Divulgação
Foto: Miguel Neves / Divulgação

Pra você, carinho é só beijo e abraço? Capaz! Pode ser muito mais. Carinho vai além de demonstrações físicas de afeto. É, antes de tudo, prestar atenção em alguém e fazer essa pessoa perceber que é importante pra você. Ser carinhoso é ser atencioso, acolher, ouvir o que o outro tem a dizer, olhar nos olhos quando conversa (e não pra tela do celular), ser educado e prestativo. Carinho é irmão da gentileza. É básico e transformador. Carinho requer dedicação. Vamos tentar?

Ser carinhoso com quem a gente ama é fácil. Com criancinhas fofas é barbada. Quero ver ser carinhoso com pessoas desconhecidas. Sabe a moça que distribui folhetos no sinal fechado? Carinho é o contrário da indiferença. Pegar o folheto que ela oferece e dizer "obrigado" é reconhecer sua presença no caos urbano, dando sentido ao seu dia. Pra pessoas de idade, deveria ser obrigatório receber carinho de todas as formas. Seja elogiando o bolo recém feito, perguntando se tomou os remédios ou se dormiu bem. Carinho também é respeito. Pra cada nova década de vida, seria justo ganhar dez vezes mais carinho.

Leia outras colunas da Maga

Sensibilidade

É mais simples do que parece demonstrar carinho. Pode ser apenas um sorriso de bom dia. Um aluno é carinhoso com seu professor ao prestar atenção na aula que ele preparou até tarde da noite. Um filho é carinhoso com seus pais quando lembra de mandar mensagem dizendo que chegou bem. Uma loja é carinhosa com seus clientes se coloca uma música calma pra criar um ambiente agradável. Carinho combina com tratar bem.

Quem é muito carinhoso acha que todo mundo tem que ser assim. Não é verdade, infelizmente. E isso pode ser frustrante. Tem gente que acha uma grande bobagem (vai ver, nunca recebeu carinho na vida). Mas dá pra ensinar, praticar, se arriscar a demonstrar e quebrar a resistência. Um mínimo de sensibilidade é condição necessária pra multiplicar carinho. E o mais legal é que ele volta pra você.   


 

Vídeos recomendados para você

 
 
 

Veja também

Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros