VÍDEO: Conheça o rapper de Viamão que se inspirou em Gabriel o Pensador - Entretenimento - No Diário Gaúcho você encontra notícias do RS, informações de utilidade pública, muito entretenimento, além de conteúdos esportivos e jornalismo policial.

Versão mobile

Estrelas da Periferia22/08/2017 | 07h00Atualizada em 22/08/2017 | 12h35

VÍDEO: Conheça o rapper de Viamão que se inspirou em Gabriel o Pensador

MC Baltazar, da Vila Augusta, mistura o ritmo com rock, e, em pouco tempo de carreira solo, já preparava o lançamento de seu primeiro EP, com participações especiais.

VÍDEO: Conheça o rapper de Viamão que se inspirou em Gabriel o Pensador Bruno Alencastro/Agencia RBS
Foto: Bruno Alencastro / Agencia RBS

Gabriel O Pensador, um dos grandes nomes do rap do Brasil, que ajudou a popularizar o gênero no país nos anos 1990 e 2000, foi a inspiração do jovem Fernando Vaz, hoje com 25 anos, morador da Vila Augusta, em Viamão. Quando pequeno, ¿gastou o CD¿, como ele mesmo define, de tanto ouvir o disco de estreia do músico carioca, Gabriel O Pensador (1993).

— Eu sabia todas as letras, cantava direto. Conheci o disco quando tinha uns oito ou nove anos. A mensagem dele fez eu me apaixonar pelo rap — comenta Fernando, hoje batizado MC Baltazar.

Depois de ouvir rap e beber em diversas influências do gênero, em 2014, Fernando fundou, ao lado do amigo Juliano, o grupo Sopranos MC¿s, que durou até o começo deste ano. Foi quando Fernando decidiu assumir o nome artístico, e passou a seguir carreira solo. 

Diferentemente da época em que integrou o Sopranos, agora, Baltazar queria introduzir elementos do rock em suas músicas, outra paixão sua.

— Sempre gostei de Led Zeppelin, Black Sabbath e outros. E uma guitarra entra muito bem no rap — explica.

Mesmo com pouco tempo de carreira solo, ele já finaliza seu primeiro EP, batizado de Gênesis, que tem participações especiais de um dos expoentes do rap gaúcho, o Rafuagi, e um roqueiro, é claro, Filipe ¿Mumu¿ Bortholuzzi, guitarrista da banda Vera Loca. Um dos destaques do disco, ele lembra, é a faixa-título.

 — Assisti a um show dele, e peguei o contato. Quando Filipe aceitou o convite para participar do EP, nem acreditei — afirma.

A parceria com o Rafuagi, ele destaca, vem sendo fundamental para o começo da nova fase.

— Fiz abertura de um show deles em Santa Catarina, é importante ter alguém com o nome deles que te ajude — diz, agradecido.

Leia mais sobre famosos e entretenimento
Conheça outras histórias de Estrelas da Periferia

Futuro

Para setembro, o rapper planeja um show de lançamento do EP – que ainda tem participação de outros nomes da cena local - em uma casa que abra espaço para seu som. Baltazar sonha em viver da música, mesmo sabendo que o mercado pode ser mais aquecido em outros estados como Rio de Janeiro ou São Paulo:

— Quero ficar conhecido e continuar morando no Rio Grande do Sul. Viver de música sem ter que sair daqui é meu sonho.

Pitaco

Adriano Brasil, produtor artístico, fala sobre o som do rapper:

– Muito interessante a iniciativa dele de misturar rap e rock. A carreira solo já começa com músicas autorais e uma identidade própria, o que é muito bom. Parabéns!

— Para participar da seção, mande um pequeno histórico da sua banda, dupla ou do seu trabalho solo, músicas e vídeos e um telefone de contato para jose.barros@diariogaucho.com.br.

— Para falar com o rapper, ligue para 9929-08833.





 

Vídeos recomendados para você

 
 
 

Veja também

Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros