Após nascimento de Gael, Maíra Charken relata susto em tentativa de parto domiciliar - Entretenimento - No Diário Gaúcho você encontra notícias do RS, informações de utilidade pública, muito entretenimento, além de conteúdos esportivos e jornalismo policial.

Versão mobile

Nasceu06/10/2017 | 10h12Atualizada em 06/10/2017 | 10h16

Após nascimento de Gael, Maíra Charken relata susto em tentativa de parto domiciliar

Levada para o hospital, ela foi submetida a uma cesariana de emergência, mas correu tudo bem

Após nascimento de Gael, Maíra Charken relata susto em tentativa de parto domiciliar Instagram / Reprodução/Reprodução
Foto: Instagram / Reprodução / Reprodução

A atriz e apresentadora Maíra Charken deu à luz seu primeiro filho, Gael, na madrugada de ontem. Mamãe e bebê estão bem, mas passaram por um susto na tentativa de parto domiciliar.

Maíra pretendia ter o bebê em casa, ao lado do marido, Renato Antunes, e com o auxílio de uma parteira. Mas depois de 12 horas em trabalho de parto, surgiram complicações, como ela relatou no Instagram:

 " Ela faz o exame, olha sério pra mim e diz 'você vai ter que ir pro hospital, tem mecônio (cocô do bebê) no líquido amniótico e os batimentos do Gael tão caindo'. "

Levada às pressas para o hospital, Maíra precisou ser submetida a uma cesariana de emergência. Apesar das dificuldade e de não ter tido o parto com que sonhava, a nova mamãe comemorou o fato de ter dado à luz um menino lindo e saudável:

" Não temos o controle de nada, não somos nada e a vida só tem esfregado essa grande lição na minha cara. E tá esfregando tb essa gostosura que é o Gael, um lindo libriano com ascendente em câncer, nascido 5/10/2017, em noite de lua cheia, pesando 3,155kg e medindo (sem zueira) 52cm!"

Ontem vivi um parto duplo e quero compartilhar tudinho com vcs! Quem me acompanha, já sabia de todo desejo e todo planejamento pra que eu tivesse um parto domiciliar. Meu pré-natal foi todo perfeitinho e só confirmando cada vez mais o plano de parir em casa. E assim seguimos confiantes e levando a gravidez da forma mais saudável possível. Então vamos ao relato do dia que mudou a minha vida: meu trabalho de parto teve início ao meio-dia de ontem, com contrações de intensidade média, e intervalos de 10 min e foi ficando sério com o passar do tempo. Sério a ponto de simplesmente não ter mais intervalos entre elas e de, a cada contração, eu achar que era a morte vindo me buscar. Mas tava decidida! Tava quase, gente, quase, quase! Gael tava quase entrando no expulsivo, quase dando o ar da sua cabecinha, quando o trabalho de parto estagnou. Horas a fio, eu já semi morta de tanta exaustão e dor e Gael sempre firme e forte, sendo monitorado. Já quase meia-noite e nada do expulsivo, minha parteira maravilhosa, @mlibertad, decide fazer o exame de toque pra saber da minha dilatação e nesse momento, acabou rompendo minha bolsa, que até então tava intacta. Ela faz o exame, olha sério pra mim e diz "você vai ter que ir pro hospital, tem mecônio (cocô do bebê) no líquido amniótico e os batimentos do Gael tão caindo." Gelei tanto, que as dores até passaram. De repente fui vendo meu parto tomando novos e difíceis rumos. Saímos todos da minha casa numa comitiva rumo à @grupo.perinatal sem saber ao certo qual tinha sido o grau da complicação e qual seria a solução a se tomar. No caminho até o hospital, quase não se ouvia mais o coração de Gael. Baque master, entrei em choque. De casa pro carro, na viagem até a maternidade e da portaria da maternidade à sala de exames, eu só parava mesmo pra contrair, de tanto que era meu desespero. Chegando lá, que alívio!! Os exames mostraram que Gael tava firme e forte com seu coração de guerreiro, mas a questão mecônio mudou radicalmente nossos destinos. Eu jurava que conseguiria seguir com meu parto natural de forma hospitalar e que seríamos felizes para sempre. (continua nos comentários ����)

Uma publicação compartilhada por Maíra Charken (@mairacharken) em


 

Vídeos recomendados para você

 
 
 

Veja também

Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros