Pabllo Vittar beneficiada pela Lei Rouanet? Veja essa e outras 5 notícias falsas sobre a cantora - Entretenimento

Versão mobile

 

Fake news27/12/2017 | 11h13Atualizada em 27/12/2017 | 11h21

Pabllo Vittar beneficiada pela Lei Rouanet? Veja essa e outras 5 notícias falsas sobre a cantora

Após estourar em 2017, artista tornou-se alvo de informações inventadas que circulam nas redes sociais

Pabllo Vittar beneficiada pela Lei Rouanet? Veja essa e outras 5 notícias falsas sobre a cantora Andréa Graiz/Agencia RBS
Pabllo é uma das artistas de destaque em 2017 Foto: Andréa Graiz / Agencia RBS
GaúchaZH
GaúchaZH

Pabllo Vittar receberá incentivo da Lei Rouanet? A cantora drag queen irá apresentar um programa infantil na TV Globo? Vai sair do Brasil se Jair Bolsonaro for eleito presidente? Candidata à Presidência? Principal revelação da música pop brasileira em 2017, Pabllo foi alvo de notícias falsas que circularam nas redes sociais ao longo do ano e aplicativos de mensagens instantâneas. Invariavelmente, as publicações fomentavam comentários de ódio e preconceito. 

Confira a seguir algumas destas fake news: 

Leia mais
Famílias, drags, todo mundo: quem são os fãs que foram ao show de Pabllo Vittar em Porto Alegre 
FOTO: Pabllo Vittar e Lucas Lucco sensualizam juntos em gravação de clipe 
Pabllo Vittar lança disco com remix de dupla da Comunidade Nin-Jitsu

1) Incentivo da Lei Rouanet?

Um print de uma notícia do jornal A Folha de S.Paulo aponta que a cantora teria obtido a aprovação do governo federal para ganhar R$ 5 milhões por meio da Lei Rouanet. A imagem, que começou a circular na web neste mês, é o mais recente alvo contra Pabllo.

  • Fake: é montagem. A notícia não foi publicada pela Folha de S.Paulo – não há nada a respeito sobre o incentivo à cantora no site do jornal. Também não há nada sobre o assunto no Diário Oficial da União nem no site do Ministério da Cultura.  Em uma série de vídeos publicados nos Stories de sua conta no Instagram, a cantora desmentiu a montagem:

– Manas, eu queria saber que dinheiro é esse. Cinco milhões de reais? Não sobrou louça, não, do Natal de vocês? Vão lavar uma louça. As pessoas veem notícias e ao invés de ir atrás das fontes, elas ficam especulando, especulando, especulando… Jesus. A dica que eu dou é: lavar louça. Deve ter sobrado muita louça nessa ceia de Natal aí, hein? Vamos pegar essa louça e lavar junto com as amigas. Um beijo.

Foto:

2) Vai sair do país se Bolsonaro ganhar as eleições presidenciais?

No dia 19 de setembro, Pabllo teria publicado em seu perfil no Twitter que, caso Bolsonaro fosse eleito presidente, declararia sua carreira encerrada no Brasil, pois não teria como viver no mesmo país que o político. 

Foto:
  • Fake: é montagem. A publicação nunca existiu. No mesmo dia, Pabllo tuitou três vezes, mas sem nenhuma referência a Bolsonaro.

3) Turnê com Jean Wyllys pelo Brasil? 

O deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ) teria postado no Twitter que iria realizar uma turnê com Pabllo pelas escolas brasileiras para ensinar sobre diversidade sexual às crianças. 

Foto:
  • Fake: é montagem. O deputado nunca fez tal publicação, nem Pabllo Vittar.

4) Vai apresentar programa infantil na Globo? 

Uma notícia anunciava que a cantora iria apresentar um programa infantil intitulado Pablo Kids ou Pabllo Kids, na TV Globo. A atração, de acordo com o site Livro da Verdade, seria uma adaptação do Xou da Xuxa, com "algumas adaptações para integrar melhor a ideia da Ideologia de gênero". Segundo a publicação, um dos idealizadores do programa, que não é identificado na matéria, contou que haveria "brincadeiras educativas, danças e apresentação de novo material educativo para informar melhor o público infantil sobre a normalidade da ideologia de gênero". O produtor anônimo também teria ressaltado que haveria "um quadro com crianças trans e homossexuais dentro do programa que se chamará Criança Livre". Com previsão de estreia para janeiro, a emissora teria conseguido o apoio do governo pela Lei Rouanet, que destinaria cerca de R$ 70 milhões para o projeto. O anúncio teria sido feito no Encontro com Fátima Bernardes.

Outra versão mais jocosa da fake news que circulou pelo WhatsApp destaca que o programa teria brincadeiras com temáticas sexuais, além de danças sensuais infantis e um quadro chamado Criança Viada, que iria tratar sobre diversidade. Nesta versão, também há o relato de que um boicote à emissora estaria sendo organizado e que a Globo já teria perdido mais de 50 milhões de espectadores após o anúncio da contratação da cantora. 

  • Fake: notícia falsa. Pabllo não irá apresentar um programa infantil como foi descrito descrito pela matérias, tampouco a emissora anunciou uma atração semelhante ou receberá tal incentivo da Lei Rouanet. A única atração televisiva  que a cantora irá estrelar será um reality, no Canal Multishow, que mostrará como ela administra a vida pessoal com a carreira. Assim como também não é verdade que a Globo perdeu audiência por isso.

5) Candidata à presidência?

O site de humor Corrupção Brasileira Memes publicou que Pabllo seria convidada para concorrer como candidata à presidência pelo PSOL, contando com aval do deputado federal e presidente nacional do partido, Ivan Valente. Apesar do texto ser uma paródia, a notícia foi tomada como verdadeira e republicada por sites de fake news, como Seja Homem

  • Fake: Pabllo não foi convidada pelo PSOL. Nascida em 1994, a cantora também não tem idade mínima para ser presidente – 35 anos.

6) Causou prejuízo à Coca-Cola?

A Coca-Cola escolheu a cantora Pabllo Vittar para ser uma das estrelas de uma campanha em que a drag queen estampa latinhas do refrigerante. Entretanto, o site Seja Homem noticiou que a empresa já teria sofrido boicote dos brasileiros, que resultou em uma queda em suas ações de 21%, totalizando cerca de US$ 1,2 bilhão de dólares em prejuízo. Segundo o site, "milhões de brasileiros e empresas que deixaram de investir nas ações da Coca-Cola temendo sofrer boicote também e por motivos ideológicos, pois de acordo com informações cerca de 78% das empresas acionistas que retiraram seus investimentos da Coca-Cola, não compactuam com tais ideia pregadas pela mesma".

  • Fake: a notícia não apresenta nenhuma prova de prejuízo da empresa por conta da campanha, tampouco a Coca-Cola apresentou uma queda brusca em suas ações recentemente.
 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros