Scola passa primeiro Natal com a filha, Joana, e Cris Silva curte a data à espera de Matheus - Entretenimento

Versão mobile

 

Retratos da Fama23/12/2017 | 12h00Atualizada em 23/12/2017 | 12h00

Scola passa primeiro Natal com a filha, Joana, e Cris Silva curte a data à espera de Matheus

Comunicador e Gabi Bordasch são pais da pequena. Já Cris e Paulo Inchauspe aguardam o baby 

Em uma época mágica, carregada de emoção, duas figuras queridas dos gaúchos viverão experiências diferentes nesta noite de Natal, celebrada de domingo para segunda-feira. Enquanto Daniel Scola e Gabriella Bordasch passarão a data com a pequena Joana, que completa dois meses no dia 2 de janeiro, Cris Silva e Paulo Inchauspe festejam a chegada do Bom Velhinho na maior expectativa pelo nascimento de Matheus, o que deve acontecer até começo de fevereiro. 

Presenteados com novas alegrias, os comunicadores e seus pares contam o que muda para eles neste Natal. Na data do nascimento de Jesus, novas vidas trazem outros significados da data a estes lares.

Papai Noel existe, sim!

����

Uma publicação compartilhada por Daniel Scola (@danielscola) em



O comunicador Daniel Scola, 41 anos, da Rádio Gaúcha (600 AM e 93.7 FM), e a jornalista Gabriella Bordasch, 32 anos, estão com a casa cheia no Bairro Santa Tereza, em Porto Alegre. O Natal do casal se agigantou com a chegada da primeira filha, Joana, que completa dois meses de vida no dia 2 de janeiro de 2018. 

PORTO ALEGRE, RS, BRASIL, 14/12/2017 - Especial de Natal da editoria de Variedades do DG - Daniel Scola, Gabriella Bordasch e Joana. (Foto: André Feltes / Especial)
Sorrisão mostra que o Bom Velhinho já passou pela casa deixando essa bênçãoFoto: André Feltes / Especial

A pequena iluminou o lar do casal e virou o maior presente das duas famílias. Joaninha é a primeira neta dos dois lados das famílias. 

Qual a expectativa para o primeiro Natal com a Joana?

Gabriella Bordasch — Estamos apaixonados, tomando uns bailes (risos), mas faz parte. Não é fácil, mas é muito bom.

Daniel Scola — Mudou tudo, desde nossas prioridades, até entendimentos de vida, a maneira como tu olhas as coisas. Estamos muito felizes.

E o planejamento para a data: como está?

Scola — Acho que conseguiremos planejar melhor o Natal no ano que vem, até não me importo de me vestir de Papai Noel em 2018 (risos). Antes, pensava no que a gente ia comer e beber (risos). A ideia é sempre estar na casa das nossas famílias. Agora, estamos mais em torno dela. E tem uma coisa interessante, sobre Natal: a Gabi tem uma ideia muito legal, quer ensinar a ela que acredite em Papai Noel. 

Gabi — Isso! A minha ideia é nada materialista, sabe? Acredito muito na coisa do espírito do Natal, de acreditar no Papai Noel, aquela coisa lúdica, do imaginário. 

Scola — Eu fui criado acreditando no Papai Noel. Hoje, eu estou aqui e sei que ele não existe. Mas não vejo problema nenhum em ensinar isso para a criança. É só questão de ter bom senso, de passar a mensagem para as pessoas que não é época de dar presente e, sim, de refletir. 

Joaninha do dia ������

Uma publicação compartilhada por Gabriella Bordasch Scola (@gabriellabordasch) em

Como vocês enxergam o Natal a partir da chegada da Joana?

Gabi — O que me vem à cabeça é que ela é um baita presente de Natal.

Scola — É a melhor coisa que poderia ter acontecido. Natal é renovação, existe no sentido de consolidar uma família, de repensar valores. A chegada dela é um reinício de tudo. Agora, eu chego em casa, procuro esquecer o celular. Termino um programa na rádio e venho direto para casa, por exemplo. E, sabe, tenho essa questão de ser presente como muito importante. As minhas memórias mais remotas de infância vêm com o meu pai e com a minha mãe. Quero transmitir isso para ela, ser presente, Isso é o que a gente pode passar de legado. 

Gabi — E acho legal também passar a coisa de ter fé. Sempre rezo com ela, todas as noites. Acho legal passar para a Joana que a gente deve acreditar nas coisas, ter pensamento positivo. Isso é legal.

E as expectativas das famílias?

Scola — É a primeira neta dos dois lados, está todo mundo apaixonado (risos). 

Como jornalista da Gaúcha, tu trabalhas de plantão no Natal ou no Ano-Novo, Scola? Como foi essa escolha neste ano?

Scola — Fiz questão de pegar o Natal de folga, é um evento mais família. 

Dádiva de Deus

 PORTO ALEGRE, RS, BRASIL, 21/12/2017 - Cris Silva e Paulo Inchauspe vão curtir a noite de Natal na expectativa da chegada do primeiro filho.(Foto: André Feltes / Especial)Indexador: Andre Feltes
Paulo e Cris em estado de graça.Foto: André Feltes / Especial

Na casa da comunicadora da Rádio Farroupilha (680 AM e 92.1.FM) Cris Silva, 38 anos, e do músico e produtos musical Paulo Inchauspe, 47, no Bairro Espírito Santo, na Zona Sul da Capital, o Natal será completamente diferente dos anteriores. Mesmo que a previsão de nascimento do filho do casal, Matheus, seja para o começo de fevereiro, quando fecham as 40 semanas de gestação, prazo máximo da gravidez, o pequeno já está presente no dia a dia do casal. 

O que muda neste Natal para vocês, com a proximidade da chegada do Matheus?

Cris Silva — Para nós, este Natal está sendo incrível. Há tempos, eu tinha um sonho de ser mãe. Mas, por questões profissionais, a gente acaba protelando. Quando estava com 37 anos, pensei: "Quero ser mãe". E, com 38, engravidei. O nome Matheus significa "dádiva de Deus", é um nome muito forte e descreve bem o que está acontecendo com a gente. 

O Natal será muito emblemático e incrível, porque é minha primeira gravidez, o primeiro Natal que passo grávida! Não sei se terei outros filhos e se estarei gestando em outro Natal. Estar grávida no Natal é meu maior presente

Paulo Inchauspe — Não só o Natal muda, mas 2017 foi diferente. Um grande ano, de experiências novas. 

Como sempre foi a tua relação com as festas de fim de ano e com o Natal?

Cris — Sempre adorei, amei festas de fim de ano e o Natal. E, pela primeira vez, o Matheus está aqui, dentro da minha barriga e estará junto da gente. É o Natal mais especial da minha vida! 

Como vocês enxergam o significado do Natal neste momento, com esta mudança?

Cris — Eu acho que não muda o significado do Natal, só aumenta. Natal é época de renascimento, época de fazer novos planos. Para mim, nunca mais (o Natal) será o mesmo. A minha família me ensinou a curtir essa época do ano, é o momento que estão todos reunidos. 

E o Matheus vem para se juntar com esse povo todo. Na minha família, desde criança, a gente aprende que o Natal não é só dar presente, é estar presente, é estar junto. É reforçar o verdadeiro sentido da palavra família, respeitar as diferenças, amar muito. E é o que farei questão de passar para o Matheus.

Paulo — Um Natal de muito amor, de família. Estamos passando o Natal com um novo integrante e desejamos sempre um pouco mais de amor para todos. 

Semana vai ser cheia...como a minha pança! ����������

Uma publicação compartilhada por Cris Silva (@realcris.silva) em

E a preparação para o Natal, presentes, ceia, como está sendo?

Cris — A gente está fazendo tudo como nos outros Natais, mas pedimos algumas coisas a mais para o Papai Noel, digamos assim. Sobre a lista de presentes, eu e o Paulo conversamos e concluímos que a gente vai se dar "de presente" para o Matheus.  A gente vai investir nele.

Mas, quanto aos ritos de Natal, eu sempre gostei de montar a árvore desde a época que morava sozinha. Quando passei a morar com o Paulo, ele entrou no ritmo. E, no meu pinheirinho, eu fiz questão de colocar um berço para simbolizar, de maneira visual, que o  Matheus está conosco.

Nem em sonho eu poderia imaginar um momento tão especial como esse. O chá de fralda ou de “boas vindas” do Matheus foi lindo, emocionante e com amigos do peito por perto. Confesso que na chegada eu já me emocionei com a decoração da Myla da @labellevie_eventos que é simplesmente incansável e de um bom gosto invejável. Cheguei à conclusão de que ela lê a mente humana porque conseguiu realizar tudo que eu pensava. ❤️ Obrigada a Adri, da @boommaniafestas por me acolher e por ter uma equipe tão especial e atenciosa. Comemos muuuuito! E tudo maravilhoso ���� Obrigada a @fealvessfotografia pelo olhar delicado, atento e impecável de cada registro. Além de fotografa a Fê é quase uma diretora de cena, nada escapa!!! ☺️�� Obrigada a mulherada que estava lá dividindo esse dia mega especial. ❤️ E um muito obrigada @pauloinchauspe por tua parceria, carinho, força, ideias, conselhos, amor...e aí eu vou longe porque tu é a pessoa perfeita pra estar do meu lado. Te amo ❤️

Uma publicação compartilhada por Cris Silva (@realcris.silva) em

Como tu te sentes grávida em uma data tão especial, que simboliza, justamente, o nascimento de Jesus Cristo?

Cris — É um momento de saber aproveitar o nosso melhor presente, que não está ali na árvore, mas está dentro de mim. E penso muito que as pessoas valorizem, não só no Natal, mas em todas as épocas, o renascimento. Que se transformem, que tentem, de alguma forma,   mudar o que tem de defeito, que não julguem os outros. Que se unam, que comemorem e que tenham um Natal incrível!

Leia mais sobre entretenimento


 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
 
 

Veja também

 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros