Vai passar o verão sem férias? Saiba como fugir do estresse nessa época - Entretenimento

Vers?o mobile

 
 

Lady29/12/2017 | 08h16

Vai passar o verão sem férias? Saiba como fugir do estresse nessa época

É possível relaxar e descansar mesmo em meio à rotina do trabalho

Vai passar o verão sem férias? Saiba como fugir do estresse nessa época Susi Padilha/Agencia RBS
Foto: Susi Padilha / Agencia RBS

Conforme o fim de ano se aproxima, um assunto toma conta das rodas de conversas em casas e escritórios: férias. Muitas pessoas estão planejando seus dias merecidos de descanso. após muito trabalho.

Mas, enquanto isso, outro grupo não vai descansar tão cedo. Seja por vontade própria, por ainda não ter direito a alguns dias de folga ou por qualquer outro motivo, quem fica, geralmente, ainda precisa lidar com o trabalho extra que surge em função dos colegas que estão fora.

Parece até uma situação corriqueira. Mas ela pode gerar um estresse além do normal e afetar seu dia a dia, sabia? Para falar sobre o assunto, convidamos a psicóloga e diretora da Clínica de Estresse e Biofeedback Ana Maria Rossi. Confira as dicas!

Vida de trabalhador

No escritório, só se fala em recesso. Nas redes sociais, pipocam fotos de praia, passeios em família e momentos de lazer. E você... trabalhando, como sempre. Ou até mais.

donna, trabalho, carreira, mulher, insatisfação, cansaço, estresse
Foto: Pixabay / Pixabay

Por mais maduro que você seja, é possível que esta situação cause estresse.

— Principalmente se a pessoa não gostar do seu trabalho, não se sentir reconhecida pela sua contribuição ou se não tiver uma equipe com a qual possa contar — diz Ana Maria.

Segundo a profissional, este estresse a mais pode aparecer no seu dia a dia de várias formas. Confira abaixo:

– Sintomas físicos: você pode sentir mais dores musculares, de cabeça, ou ter que lidar com problemas de sono, como não conseguir dormir ou ter uma noite agitada demais, com sonhos relacionados ao trabalho.

– Sintomas emocionais: o surgimento de sentimentos como frustração por não ser reconhecido, raiva e culpa por não se colocar em uma situação melhor são comuns. Nesta situação, a pessoa pode, por exemplo, cometer mais erros, mesmo que involuntariamente.

– Sintomas comportamentais: quem apresenta sintomas físicos e emocionais costuma, também, apresentar mudanças no comportamento. Um exemplo tem a ver com a comida: se você muda radicalmente sua forma de se alimentar, pode estar passando por um momento de estresse extremo.

                 carreira, mulher, emprego, estresse
Foto: Stock Images / Stock Images

Mude o foco

Para a profissional, o ideal para lidar com a situação é não focar seu pensamento no fato de estar trabalhando:

— Se você fizer isso, vai se sentir mal. O ideal é selecionar um aspecto positivo deste período para focar a sua atenção.

Aqui, vale qualquer coisa: se não pode tirar férias pois conseguiu o emprego recentemente, foque no fato de estar empregado. Ou, quem sabe, pense em uma folga que terá no futuro.

Já pensou que não tirar férias também pode ajudar suas finanças? Afinal, você deixa de gastar e pode economizar para os gastos do início do ano.

— Trocar os pensamentos negativos pelos positivos parece um truque meio bobo, mas ajuda muito — diz a especialista.

Que tal um bom passeio?

PORTO ALEGRE, RS, BRASIL - 07-08-2015 ¿ Professora de educação física demonstra exercícios físicos em aparelhos na Orla do Guaíba. (FOTO: JÚLIO CORDEIRO/AGÊNCIA RBS)
Foto: Júlio Cordeiro / Agencia RBS

Outra alternativa é curtir o período de calor mesmo que você não tenha dias livres. Aproveite a cidade, que costuma estar mais vazia nesta época do ano, e também o tempo de sol.

Que tal uma caminhada no parque antes ou depois do trabalho? Um passeio curto, para uma cidade próxima ou um destino perto de onde você mora, também é uma boa opção que nem sempre exige muito tempo livre.

— O programa pode ser de acordo com seus gostos. O importante é tirar um tempo para se distrair, mudar o foco, pensar em outras coisas além do trabalho — indica a psicóloga.

Dica: pensamento positivo

Se você convive, em casa ou no trabalho, com um “estressadinho” por não poder tirar férias, a especialista tem uma dica.

— Não reforce, para esta pessoa, a ideia de que ela é uma “vítima”. Evite dizer que ela está sendo prejudicada ou coisas deste tipo — diz.

O melhor é fazer justamente o contrário:

— Convide para programas juntos, fale sobre as vantagens da situação. O importante é ajudar a reestruturar o pensamento de forma positiva ou, pelo menos, neutra.


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros