Pela primeira vez modelo transgênero é capa da 'Playboy' alemã - Entretenimento

Versão mobile

Diversidade09/01/2018 | 18h23Atualizada em 09/01/2018 | 18h24

Pela primeira vez modelo transgênero é capa da 'Playboy' alemã

De acordo com o editor, a modelo é um "exemplo maravilhoso de como é importante a luta pelo direito de autodeterminação"

 

Foto: Instagram Giuliana Farfalla / Reprodução

Giuliana Farfalla, de 21 anos, foi o rosto (e o corpo) escolhido para ser exibido na Playboy alemã do mês de janeiro, com lançamento previsto para quinta-feira (11). Em publicação no Instagram nesta terça-feira (9), ela disse estar se sentindo "muito orgulhosa" com o resultado da produção.

  Leia outras notícias do Diário Gaúcho  

O editor chefe da revista, Florian Boitin, disse que a escolha por retratar a modelo de topless vai de acordo com a tradição do fundador da revista, Hugh Hefner, marcada por se "opor resolutamente a todas as formas de exclusão e intolerância". De acordo com o editor, Farfalla é um "exemplo maravilhoso de como é importante a luta pelo direito de autodeterminação".

Representatividade

Nascida no sudoeste da Alemanha, a modelo se chamava Pascal Radermacher antes da transição de gênero. Ela ficou famosa no país depois de participar do reality show "Germany's Next Topmodel" ("A próxima top model da Alemanha").

"Meus queridos, estou na última capa da Playboy e muito orgulhosa do resultado. Espero que gostem da capa tanto quanto eu", afirmou Farfalla.

��

Uma publicação compartilhada por Giuliana Farfalla (@giuliana_farfalla) em

A edição americana da publicação já tinha demonstrado apoio à inclusão, no ano passado, ao eleger uma modelo transgênero como uma playmate do mês. 

 Leia outras notícias do Diário Gaúcho  

  

 

Vídeos recomendados para você

 
 
 

Veja também

Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros